COBERTURA ESPECIAL - Venezuela - Terrestre

23 de Fevereiro, 2019 - 22:20 ( Brasília )

BR-VE - Comandante do Exército não considera que houve invasão venezuelana em território brasileiro

Escaramuça entre civis e militares da Venezuela ocorreu em zona neutra da fronteira com o Brasil, diz General Edson Leal Pujol


Humberto Trezzi
Gaucha ZH


Apesar de militares brasileiros considerarem que integrantes da Guarda Nacional venezuelana perseguiram opositores em pleno território brasileiro, o episódio não é confirmado pelo comandante do Exército Brasileiro, general Edson Leal Pujol.

Em entrevista a GaúchaZH na noite de sábado (23), ele considerou que a área onde ocorreu o confronto entre soldados leais ao presidente venezuelano Nicolás Maduro e adeptos do oposicionista Juan Guaidó - em Pacaraima, Roraima - é uma "zona neutra" entre os dois países.

Conforme relato do coronel do Exército brasileiro José Jacaúna de Souza, que comanda operações em Pacaraima, soldados venezuelanos avançaram sobre a fronteira ao se deslocarem até o último marco físico e revidarem as pedradas dos oposicionistas, além de terem disparado bombas de gás cntra o território nacional. Até tiros de munição real teriam sido disparados.

Os integrantes da oposição, por sua vez, incendiaram um alojamento de militares venezuelanos. Jacaúna considera todo o episódio uma "agressão" e pediu que o Brasil tome providências diplomáticas.

Já o comandante do Exército, general Pujol, não considera o episódio uma grande anormalidade. Ele analisa que o local é como que "terra de ninguém", um trecho em que brasileiros e venezuelanos costumam transitar livremente. No episódio deste sábado, essa liberdade resultou em confronto entre venezuelanos contra e a favor do governo do seu país.

- Sabemos que os militares venezuelanos não entraram deliberadamente em nosso território e se limitaram a ficar nessa faixa difusa. O caminhão de entrega de ajuda humanitária à Venezuela também ficou parado ali. Pelos relatos que recebi, não dá para considerar um incidente que envolva o Brasil ou brasileiros. Os nervos lá estão à flor da pele - resume o general Pujol.


Abaixo matéria do Jornal Nacional com a palavra do Cel Jacauna.

  <script async src="https://platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script>

VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


PCC - Gangues

PCC - Gangues

Última atualização 24 MAR, 16:54

MAIS LIDAS

Venezuela