COBERTURA ESPECIAL - Venezuela - Inteligência

27 de Setembro, 2018 - 10:00 ( Brasília )

Roraima – A primeira ação rumo à Roraicrimeia

O castrochavismo inicia ações de Guerra Híbrida contra o Brasil. Objetivo é Roraima e o que mais?

Equipe DefesaNet


Primeiras horas do dia 20SET2018, pousa no Aeroporto Internacional de Boa Vista (BVB), Atlas Brasil Cantanhede,o jato executivo Learjet 45, prefixo YV-1118.

A aeronave quando tocou na pista em Boa Vista, era o início pelo governo de Nicolás Maduro, de fato, seu primeiro passo de forma aberta para interferir na eleição estadual do pequeno e pobre estado de Roraima. O objetivo maior é projetar influência de algum modo nas campanhas eleitorais em curso e até influir de algum modo na presidencial no Brasil.

 

O Learjet 45

Os governos catrochavista desde Hugo Chávez e agora Nicolás Maduro adotam a prática de usar os jatos executivos das empresas petrolíferas PDVSA e CITGO para transporte de agentes personalidade e apoio a ações e inteligência do interesse do regime.

No caso do Learjet 45, prefixo YV-1118, de propriedade da CITGO, realiza semanalmente a rota Caracas- Manágua, transportando agentes de inteligência cubanos e venezuelanos no auxílio à sustentação do "ditador" Daniel Ortega, na repressão à população da Nicarágua.

Curiosamente os aplicativos FlightRadar e FlightAware não registram o voo do Learjet na rota Caracas- Boa Vista, no dia 20 Setembro. O fato é que pode ter desligado o transponder ou simplesmente os aplicativos não monitoram na região amazônica aeronaves que não sejam de carreira.




Governadora Suely Campos é recebida, em Caracas, pelo governador do Estado Bolivar Justo Jose Noguera, fronteiriço à Roraima. Ao lado o Learjet45 YV-1118.

 A Governadora

A governadora Suely Campos, do Partido Progressista, vem enfrentando há 3 anos o problema dos refugiados venezuelanos.

Os refugiados sobrecarregaram os sistemas de Saúde, Atendimento Social e de Segurança de um estado que administrativamente é inviável. Cerca de 50% de sua área está ocupada por reservas indígenas sendo as mais famosas a Raposa Serra do Sol e a Yanomâni.
 
Além de trazerem doenças já erradicadas do país como um todo como o Sarampo.

A construção de uma linha de transmissão de energia ligando a hidrelétrica de Tucurui à capital Boa Vista é bloqueado pela FUNAI e os “comissários políticos” travestidos a de procuradores do MPF/PGR. (anotem este ponto que é importante).

No início de 2018 o Governo Federal solicitou que a linha de transmissão de Tucurui fosse autorizada, pois tem de cruzar a área Indígena Waimari-Atroari. A autorização foi veemente negada  pela FUNAI e o Comissariado Político do MPF/PGR.

Neste ambiente a administração estadual e as municipais, do estado de Roraima, têm pouquíssimas opções.

O Governo Federal já tinha tomado ações reforçando administrativamente o comando da 1ª Brigada de Infantaria de Selva. E uma ativa “Diplomacia Militar” com a Guyana. E dando início a Operação Acolhida com o realocamento de venezuelanos em várias partes do Brasil.

 

A Desestabilização

 
O governo castrochavista percebeu a oportunidade de iniciar um segundo passo da desestabilização da fronteira norte do Brasil.

Primeiro foi infiltrar, junto às levas de refugiados, criminosos e membros dos “Colectivos”, milícias bolivarianas, que exercem a violência em nome do governo, para criarem falsos positivos, como os conflitos “xenófobos”, de 18AGO2018,  na cidade fronteiriça de Pacaraima.

Não esquecer, mesmo os refugiados não pertencendo aos grupos criminais, permanecem com a doutrinação castrochavista, de quase duas décadas. E os venezuelanos têm muito arraigado o espírito de nacionalidade e defesa do seu território. Talvez um sentimento de partilhar os grandes recursos minerais e petrolíferos do país caribenho.

Outro braço que a Venezuela em ação com as ONGs indigenistas internacionais  sempre têm em foco são as comunidades indígenas. A nação Yanomani cobre tanto o norte do estado de Roraima como entra na Venezuela.



Indígenas Yanomani bloqueiam a pista de Surucucu, ao fundo uma aeronave de transpote C-105 Amazonas da FAB

“Quinze comunidades Yanomami da região de Surucucu, no município de Alto Alegre, Norte de Roraima, apreenderam neste domingo (16SET2018) três aviões e servidores da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), após a morte de duas crianças indígenas dentro de 10 dias.” Confome noticiado pelo G1 Link

A pista ocupada pelos indígenas é a de Surucucu importante para qualquer ação militar na região norte.

 

A Roraicrimeia

 
A peça de toque foi o voo do Learjet45 YV-1118. Uma governadora acostumada às picuinhas da política local não percebe o furacão que atinge a região. No meio da disputa eleitoral, está em terceiro lugar com 9% da intenção de votos. Atende a um convite do Palácio Miraflores, que na limitação de pensamento, surge como a possibilidade de projeção e obter vantagem na disputa eleitoral,

Instrumento útil do castrochavismo e usada amplamente pela máquina de propaganda Bolivariana, enquanto uma atônita Brasília assistia impotente as rajadas de tuites saindo do Palácio Miraflores a televisão estatal a TeleSur.  




A governadora Suely Campos cruza os corredores do Palácio Miraflores ladeados de guarda de honra. 20 Setembro 2018

A governadora foi para discutir a crise energética e a máquina de propaganda falava dos maus tratos, Direitos Humanos dos refugiados, etc. O duplo disicurso chavista.

Uma deslumbrada Governadora Suely cruzava os corredores do Palácio Miraflores, em ambos os lados com guarda de honra.  

Não importava qual o resultado da visita, mas sim mostrava à Brasília a sua capacidade de interferir na região. Isto após 10 dias anteso ministro da defesa Luna e Silva ter atendido a um convite do se contraparte venezuelano o Gen Vladimir Padrino e terem se reunido e, Puerto Ordaz, na Venezuela. (
BR-VE - Fortalecimento de temas de defesa marcam reunião de ministros na Venezuela Link)

No dia 19SET2018 o Comandante do Exército brasileiro, Gen Ex Villas Boas tuitou uma enigmática mensagem.

Surge com todos os ingredientes a Criméia Brasileira. (Ação de infiltração, desestabilização e depois invasão pelos russos da regiões da Criméia e Donbass na Ucrânia, em 2014)

No dia 26 de Setembro a situação é:

1 – O abastecimento de energia proveniente da Venezuela foi interrompido pela sua inconstância e acionadas as termelétricas.
 
2- A governadora está em 3º lugar nas intenções de votos (9%)

3 – Maduro circula em New York na Assembléia Geral da ONU

4 – O Itamaraty argumenta que os acordos da governadora com Maduro não tm validade

5 – A “comissária política” Deborah Duprat, Procuradora Federal dos Direitos do Cidadão (PFDC),cobra explicações da governadora pelo Programa “Volta a Pátria”
 
 6 - A Liderança Política e Militar da Venezuela testou e teve amplo sucesso na sua investida de Guerra Híbrida. Só resta saber a cor dos nomens, na Criméia eram "verdes" (green men).


 

 

O Programa Volta à Pátria


A venezuelana Yurixma Mendez, de 33 anos, estava no Brasil há oito meses vivendo em abrigos. Ela conta que está voltando para El Tigre para reencontrar a família.

"Meu filho ficou com a minha mãe e vou levar comida, roupas e sapatos para eles porque a situação [na Venezuela] está crítica. Depois quero voltar para o Brasil porque aqui consigo emprego", disse.

 


Yurixma Mendez, de 33 anos, disse que iria para El Tigre reencontrar família, mas que retornaria para o Brasil: "Aqui consigo emprego" — Foto: Inaê Brandão/G1 RR

 
 
 Matérias Relacionadas

Roraima - Incrível Gov Suely Campos no Palácio Miraflores Link


Venezuela, uma nova Síria? Link

BR-VE - Em visita à Venezuela MD negocia fornecimento de energia a Roraima e recebe pedido de ajuda O Globo Link

BR-VE - Ministros de Defensa de Brasil e Venezuela Comprometidos en Fortalecer la Integración Suramericana Link

BR-VE - Fortalecimento de temas de defesa marcam reunião de ministros na Venezuela Link
s

Venezuela pode cortar energia de Roraima Valor Agosto 2018 Link



 


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Expansão Chinesa

Expansão Chinesa

Última atualização 12 DEZ, 23:20

MAIS LIDAS

Venezuela