COBERTURA ESPECIAL - Vant - Aviação

20 de Março, 2018 - 10:50 ( Brasília )

Pousos e decolagens são suspensos no Salgado Filho por mais de uma hora após drones sobrevoarem área do aeroporto

Fechamento ocorreu às 19h11min e operações só foram retomadas às 20h25min

Decolagens e voos foram suspensos por mais de uma hora no começo da noite desta segunda-feira (19) no Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre. A equipe da torre de controle tomou a medida por questões de segurança após avistar dois drones sobrevoando a área. 

O primeiro equipamento foi percebido às 18h57min, levando ao fechamento do aeroporto às 19h11min. Às 19h39min, foi observado outro drone. De acordo com a assessoria de imprensa da Fraport, que administra o aeroporto, as operações foram liberadas às 20h25min.

A equipe de controle do Salgado Filho ainda apura a quem pertence o equipamento. As investigações estão a cargo da Polícia Federal.

De acordo com a Fraport, 13 voos foram afetados pela paralisação das atividades: seis aeronaves permaneceram em solo, duas ficaram aguardando liberação de pouso e cinco voos foram desviados para os aeroportos de Caxias do Sul, Curitiba e Florianópolis.

A jornalista paulista Paola Del Monaco, 43 anos, estava no Salgado Filho no momento em que as operações foram suspensas. Paola está no Rio Grande do Sul desde sexta-feira (19) e, após passar quatro dias em Gramado, na Serra, com o marido, teve de adiar o retorno para São Paulo. O voo estava programado para decolar as 20h28min desta segunda. Eles chegaram ao aeroporto por volta das 18h, fizeram check-in e chegaram a entrar na área de embarque. No entanto, às 19h48min, foram informados de que a partida havia sido cancelada.

— Eu deveria voltar amanhã (terça-feira) de manhã para trabalhar. Já dei a notícia para o meu chefe. Isso gera todo um transtorno. Não sei se vou ter meu dia descontado — reclamou Paola.

Enquanto ela conversava com a reportagem de GaúchaZH, uma atendente da companhia aérea informou ao casal que eles deveriam embarcar para São Paulo apenas na manhã de terça-feira, às 7h55min. As despesas de hospedagem e transporte do casal até o o novo embarque serão bancados pela companhia aérea.

A jornalista disse que como o cancelamento não foi provocado pela empresa, mas por uma medida do Salgado Filho, ela não pretende reclamar com a companhia aérea. Em relação a possíveis ações contra a empresa que administra o aeroporto, Paola disse que vai analisar o caso.


VEJA MAIS