COBERTURA ESPECIAL - TOA - Defesa

02 de Julho, 2019 - 18:30 ( Brasília )

Op Filipe Camarão I: Disparo de Missil IglaS em ambiente de selva



Manaus?/AM - No dia 05 de junho de 2019, o 12º Grupo de Artilharia Antiaérea de Selva (Grupo Tenente Juventino da Fonseca – 12°GAAAE) executou a Operação Felipe Camarão – I (Disparo de Míssil IGLA-S na Base de Instrução número 6 - Felipe Camarão).

A operação Felipe Camarão contou com a presença das seguintes autoridades:

 - Gen Ex César Augusto Nardi de Souza, Comandante Militar da Amazônia;
 - Gen Ex Luiz Eduardo Ramos Baptista, Comandante Militar do Sudeste;
 - Gen Bda Algacir Antonio Polsin, Chefe do Estado-Maior do Comando Militar da Amazônia;
 - Gen Bda Alexandre de Almeida Porto, Comandante da 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea, e,
- Gen Bda Marcus Vinicius Fontoura de Melo, Comandante do 2º Grupamento de Engenharia.

Estiveram presentes também, comandantes de Organizações Militares da Guarnição de Manaus, Organizações Militares subordinadas à 1ª Brigada de Artilharia Antiaérea, da Marinha do Brasil e da Força Aérea Brasileira.

A operação Felipe Camarão proporcionou o adestramento do 12º GAAAe Sl com a realização de disparo de Míssil IGLA-S, em ambiente de selva. Na oportunidade, foi apresentada para as autoridades uma seção de artilharia antiaérea de selva, fração responsável por realizar a defesa antiaérea neste tipo de ambiente operacional.

 

<script async src="https://platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script>
Nota DefesaNet

O disparo do MANPADS IGLA no ambiente da Amazônia é relevante pois envia vários recados a vários interessados.

O Editor




Alvo usado para o teste do Míssil IGLA S