COBERTURA ESPECIAL - TOA - Tecnologia

22 de Junho, 2019 - 00:10 ( Brasília )

TOA - Censipam faz testes com satélite espanhol para monitoramento da Amazônia



Por Willian Cavalcanti

A intenção é que os governos do Brasil e da Espanha celebrem acordo para utilizar o satélite PAZ no monitoramento de áreas de interesse do território nacional, que vão desde o desmatamento na Amazônia até o derramamento de óleo na faixa costeira do País. As antenas adquiridas pelo projeto Amazônia SAR, coordenado pelo Censipam, poderão ser configuradas para receber as imagens diretamente do satélite espanhol.
 
“Com a instalação das nossas antenas de recepção multisatelitais, estamos buscando aumentar nossa rede de parceiros, principalmente na tecnologia SAR, na qual somos especializados. As condições meteorológicas da Amazônia impõem o uso do radar para o monitoramento ambiental”, afirmou o diretor-geral do Censipam, Major-Brigadeiro José Hugo Volkmer.



 

Censipam e espanhóis acompanham apresentação de resultados de testes com satélites


A intenção é que os governos do Brasil e da Espanha celebrem acordo para utilizar o satélite PAZ no monitoramento de áreas de interesse do território nacional, que vão desde o desmatamento na Amazônia até o derramamento de óleo na faixa costeira do País. As antenas adquiridas pelo projeto Amazônia SAR, coordenado pelo Censipam, poderão ser configuradas para receber as imagens diretamente do satélite espanhol.

“Com a instalação das nossas antenas de recepção multisatelitais, estamos buscando aumentar nossa rede de parceiros, principalmente na tecnologia SAR, na qual somos especializados. As condições meteorológicas da Amazônia impõem o uso do radar para o monitoramento ambiental”, afirmou o diretor-geral do Censipam, Major-Brigadeiro José Hugo Volkmer.

“A Espanha é um parceiro estratégico do Censipam. Esta é uma iniciativa muito positiva e esperamos continuar nesse trabalho. Podem contar conosco inclusive para divulgação no exterior das ações de proteção realizadas pelo Censipam na Amazônia”, afirmou o ministro conselheiro espanhol.

A proposta deverá ser incluída como memorando de entendimento em acordo já existente entre os Ministérios da Defesa dos dois países e deve ser apresentada em setembro, quando será realizada a reunião do Conselho Deliberativo do Sistema de Proteção da Amazônia (Consipam).


VEJA MAIS