COBERTURA ESPECIAL - TOA - Geopolítica

01 de Setembro, 2017 - 13:50 ( Brasília )

1ª Bda Inf Sl - XXI Reunião Regional de Intercâmbio Militar BRASIL / GUAIANA

1ª Brigada de Infantaria de Selva realizou XXI Reunião Regional de Intercâmbio Militar BRASIL / GUAIANA e Tiro de Armas Coletivas

 

Texto e Fotos
1ª Bda Inf Sl 



1ª Bda Inf Sl  - XXI Reunião Regional de Intercâmbio Militar BRASIL / GUAIANA


Nos dias 29 e 30 de agosto, a 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl), “Brigada Lobo D’Almada”, recebeu a delegação da República Coperativista da Guaiana, que chegou a Roraima com a finalidade de participar da XXI Reunião Regional de Intercâmbio Militar Brasil/Guaiana (XXI RRIM).
    
A reunião teve como objetivos estreitar os laços de cooperação e amizade entre os militares do Exército Brasileiro, particularmente da 1ª Bda Inf Sl, e da Força de Defesa da Guaiana, bem como trocar experiências e conhecimentos no campo militar, de interesse comum e sobre tópicos que afetam diretamente o controle e a segurança na faixa de fronteira entre o Brasil e a Guaiana .


    
A abertura oficial da XXI RRIM foi realizada pelo General-de-Brigada Gustavo Henrique Dutra de Menezes, comandante 1ª Bda Inf Sl. Na oportunidade, além da exposição e assinatura de entendimentos a comitiva guianense realizou visitas às organizações militares da guarnição de Boa Vista e encerraram a visita com uma demonstração de tiro das armas coletivas, na Serra do Tucano, no município de Bonfim, fronteira com a Guaiana.
 




1ª Bda Inf Sl   - Tiro das Armas Coletivas


No dia 30 de agosto, a 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl), “Brigada Lobo D’Almada”, realizou exercício de tiro das armas coletivas das organizações militares da 1ª Bda Inf Sl..
      
O exercício teve por objetivo verificar o desempenho das armas coletivas orgânicas das organizações militares da 1ª Bda Inf Sl, capacitadas durante a fase de Instrução Individual de Qualificação do corrente ano e verificar a capacitação das guarnições na execução e na condução do tiro.
      
Ao final, foi realizado uma demonstração de tiro das armas coletivas com tiros reais de canhão 90mm das Viaturas Blindadas de Reconhecimento (VBR - Cascavel) e de obuseiros 105 mm, além das metralhadoras MAG, .50 e morteiro 60 mm.
      
A atividade transcorreu na Serra do Tucano, município de Bonfim, faixa de fronteira com a República Coperativista da Guaiana, e contou com a presença de uma delegação daquele País, a qual estava participando da XXI Reunião Regional de Intercâmbio Militar Brasil/Guaiana
 

 







Matéria Relacionada

URGENTE - Maduro e Castro Tentam envolver o Brasil no conflito Link


VEJA MAIS