COBERTURA ESPECIAL - Especial Terror - SOF

22 de Março, 2017 - 12:00 ( Brasília )

UK Atentado Parlamento - Conheça os C-Men da Scotland Yard

Desde agosto de 2016 a Scotland Yard ou Metropolitan police tem o C-Men ou “Counter Terrorism Specialist Firearms Officers”

15h25min Ataque em Londres deixa 4 mortos e 20 feridos;
agressor e policial morrem

LONDRES (Reuters) - Quatro pessoas, incluindo o agressor e um policial, morreram nesta quarta-feira em um incidente de terrorismo no Parlamento britânico, informou a polícia.

"Quatro pessoas morreram. Isso inclui o policial que estava protegendo o Parlamento e um homem que nós acreditamos ser o agressor que foi alvejado por um policial armado", disse o policial antiterrorismo Mark Rowley a repórteres.
 

13h37min Agressor é baleado e vários ficam feridos em "inci dente terrorista" no Parlamento britânico

 

(Reuters) - Um policial foi esfaqueado, um agressor foi baleado e várias pessoas foram feridas na quarta-feira perto do Parlamento britânico, no que a polícia disse estar tratando como um incidente terrorista.

Repórteres da Reuters no interior do prédio ouviram sons similares a tiros e, pouco depois, um fotógrafo da Reuters disse ter visto pelo menos uma dúzia de pessoas feridas na ponte de Westminster, ao lado do Parlamento.

Fotografias da Reuters mostram pessoas deitadas no chão, algumas delas sangrando muito e uma aparentemente debaixo de um ônibus. O número de feridos não está claro.

"Policiais --incluindo policiais armados-- permanecem no local e nós estamos tratando isto como um incidente terrorista até que tenhamos informações contrárias", disse a polícia metropolitana de Londres em comunicado.

A sessão da Câmara dos Comuns foi suspensa e os membros do Parlamento que estavam no local foram instruídos a permanecer lá.

A primeira-ministra Theresa May estava em segurança após o incidente, disse um porta-voz do gabinete do governo. Ele não quis dizer onde May estava quando ocorreu o incidente.

O presidente da Câmara dos Comuns, David Lidington, disse que o agressor que esfaqueou um policial tinha sido baleado pela polícia.

Um helicóptero de resgate pousou na Praça do Parlamento, no lado de fora do prédio.

A BBC disse que a polícia acredita que havia um veículo suspeito no lado de fora do Parlamento, mas a polícia não confirmou a notícia.

Em um cenário confuso, aparentemente o incidente pode ter desenrolado para outros locais, incluindo a ponte de Westminster, onde os turistas tiram fotos de Big Ben e outras atrações.

Repórteres da Reuters no Parlamento disseram que um grande número de policiais armados, alguns portando escudos, estavam entrando no prédio.

O incidente ocorreu no primeiro aniversário dos ataques em Bruxelas, na Bélgica.

O Reino Unido está em seu segundo maior nível de alerta, o que significa que um ataque de militantes é considerado altamente provável.

Em maio de 2013, dois britânicos islâmicos esfaquearam e mataram o soldado Lee Rigby em uma rua no sudeste de Londres.

Em julho de 2005, quatro britânicos islâmicos mataram 52 pessoas e eles próprios em um ataque suicida ao sistema de transporte da capital britânica no que foi o pior ataque de Londres em tempos de paz.





Dois C-Men capturados em imagem de televisão na manhã de 22 Março 2017, junto com  um "bobbie". Os C-men são reconhecidos pelo armamento Fuzil SIG MCX

__________________________________________________________



Em Agosto de 2016, o Chefe da Políca Metropolitana, Sir Bernard Hogan-Howe anunciou e apresentou os  “Counter Terrorism Specialist Firearms Officers” – ou simplesmente chamados de “C-men”.

Grupo de policiais pesadamente armados que circulariam pela área metropolitana de Londres. Também usaria meios de transporte não usuais para escapar aos congestionamentos urbanos e poderia deslocar-se em emergências por: ar, terra ou pelo próprio Rio Tâmisa

O plano inicial era de ter cerca de 600 C-Men, na área Metropolitana de Londres e ao todo 1.500, incluindo todo o país, todos pesadamente armados, o alvo os chamados “Lobos Solitários”.



 



C-Men ou  “Counter Terrorism Specialist Firearms Officers”. Observar os Fuzis SIG MCX nos dois policiais das pontas, o do centro tem uma arma de precisão.


Para os “puristas“ ingleses, que ficaram alarmados com os C-Men armados circulando nas ruas de Londres, Sir Bernard foi claro: 'As pessoas não são idiotas – elas sabem que em um ataque com armas de fogo nós temos de responder com armas de fogo”.

Para atentados assimétricos como os atropelamentos ou com armas brancas e arma de fogo também é essencial.

O plano chamado Hércules lançado, em Agosto de 2016, foi uma resposta aos ataques que ocorreram na Europa especialmente na Bastilha, em novembro 2016.

Policiais podem se deslocar por motocicletas BMW F800GS, chegar de helicóptero ou navegar em botes de alta-velocidade pelas águas do Rio Tãmisa.

Na apresentação os policiais usaram um uniforme especial cinza e estavam mascarados para não serem reconhecidos. No ataque de hoje ao Parlamento os C-Men estavam vestindo um uniforme azul, sem insígnia e identificação e também sem máscaras.

Os C-Men podiam ser reconhecidos pelo armamento que portavam o Fuzil SIG MCX, e para os maiores conhecedores a pistola Glock 17. Para não chamarem a atenção não usavam máscaras.

Nove semanas de treinamento para portar uma arma 

Os policiais que portam arma em patrulhas recebem um curso de nove semanas antes de terem permissão de iniciarem patrulhas com elas.




Equipamentos dos C-Men ou “Counter Terrorism Specialist Firearms Officers”

 


VEJA MAIS