23 de Janeiro, 2020 - 11:10 ( Brasília )

Terrestre

Comando da 2ª DE inaugura memorial que preserva história da presença do Exército em SP


O Comando da 2ª Divisão de Exército (2ª DE) inaugurou, na manhã do dia 21 de janeiro, seu Memorial. O objetivo é que o espaço demonstre a trajetória da presença das tropas operacionais do Exército Brasileiro no Estado de São Paulo.

Para a criação do espaço, a 2ª DE contou com apoio da FHE/POUPEX, da Sociedade de Amigos do Exército em São Paulo (SASDE), da gráfica Alpha Graphics e da loja US Army. Em suas palavras, o Comandante da 2ª DE, General de Divisão André Luis Novaes Miranda, explicou que, durante o seu comando, estimulou que as unidades subordinadas criassem espaços de resgate histórico e que valorizassem a história do Exército e da Unidade, com o objetivo de gerar maior sentimento de pertencimento à Organização Militar, gerando maior poder de combate.

Ele seguiu, em seu discurso, explicando como foi constituído cada um dos oito módulos que compõem o Memorial da 2ª Divisão de Exército: Origens, Bandeirantes, Guerra da Tríplice Aliança, Revolução Constitucionalista de 1932, Força Expedicionária, Revolução Democrática de 1964, Mudança do Quartel-General da 2ª DE para o Ibirapuera e Missão das Nações Unidades para Estabilização do Haiti (MINUSTAH).

Na sequência, o antigo Comandante Militar do Sudeste e Secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo, General de Exército João Camilo Pires de Campos, parabenizou a iniciativa da 2ª DE, comentando que "a história pode ser contada por meio de livros, canções, quadros, causos e memoriais como esse", e concordou com o General Novaes, ao dizer que "conhecer a história é sim multiplicador de poder de combate".

O Secretário contribuiu com o acervo do memorial e doou o capacete de um combatente da Revolução Constitucionalista de 1932, que pertencia ao acervo pessoal do poeta Paulo Bonfim. Por fim, o Comandante Militar do Sudeste, General de Exército Marcos Antônio Amaro dos Santos, ressaltou que "recordar a participação das tropas em combates é importante para conhecer nossa história e preservar os vultos dos heróis".

Ele também presenteou o memorial com a Medalha N° 10, em celebração ao Sesquicentenário do Conflito da Tríplice Aliança, oferecida a pessoas e entidades que trabalham pela preservação e divulgação do patrimônio imaterial do Exército Brasileiro.

Ao final, o General Novaes e demais autoridades realizaram o descerramento simbólico de inauguração do Memorial da 2ª DE. Além das autoridades já citadas, também prestigiaram a inauguração o General de Exército Francisco Carlos Modesto; o Comandante nomeado da 2ª Divisão de Exército, General de Divisão José Eduardo Pereira; o antigo Comandante da 2ª DE, General de Divisão Eduardo Diniz; o Chefe do Estado-Maior do CMSE, General de Brigada Ricardo Piai Carmona; militares que servem no Comando da 2ª DE e convidados civis.



Fonte: 2ª DE