25 de Novembro, 2019 - 11:00 ( Brasília )

Terrestre

Brigada de Infantaria Paraquedista comemora 74º aniversário e jubileus de ouro e de prata


Comandante Cleber Ribeiro

O Ministro da Defesa, Fernando Azevedo, esteve, neste sábado (23), na capital fluminense, para participar da solenidade do 74º aniversário da Brigada de Infantaria Paraquedista e comemoração dos jubileus de ouro e prata das turmas de Paraquedistas do Exército de 1969 e 1994, respectivamente. O evento contou com a presença do Presidente Jair Bolsonaro e de autoridades civis e militares.

O evento também foi prestigiado pelas seguintes autoridades: o Chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República, General Luiz Eduardo Ramos Baptista Pereira; o Ministro do Gabinete de Segurança Institucional, General Augusto Heleno Ribeiro Pereira; o  Ministro do Superior Tribunal Militar, General Luiz Carlos Gomes; o Comandante do Comando Militar do Leste, General Júlio Cesar de Arruda; o Comandante da Brigada de Infantaria Paraquedista, General Pedro Celso Coelho Montenegro, acompanhado pelo Adjunto de Comando da Brigada de Infantaria Paraquedista Subtenente João Carlos de Souza Rabello; além de Comandantes da Brigada de Paraquedistas de diversas épocas; integrantes do Exército, da Marinha e da Força Aérea, veteranos de diversas turmas de paraquedistas, alguns acompanhados de seus familiares. O evento contou ainda com a presença de autoridades civis, de parlamentares federais e estaduais e do Prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella.



Na ocasião, o Ministro da Defesa recebeu, das mãos do Presidente da República, por ser um “Águia Uno”, denominação dada àqueles que comandaram a Brigada de Infantaria Paraquedista, a medalha comemorativa aos 75 anos de formação do primeiro paraquedista militar brasileiro, o então Capitão Roberto de Pessôa, formado no ano de 1944, no Fort Benning, nos Estados Unidos da América.

Houve ainda a entrega de Medalhas do Mérito Aeroterrestre e de diplomas de “Amigos da Brigada de Infantaria Paraquedista”. Com destaque para as tripulações da Força Aérea Brasileira que mais lançaram paraquedistas em 2019.



Durante o seu discurso, o Presidente Jair Bolsonaro fez uma homenagem à memória do apresentador Gugu Liberato, falecido na sexta-feira (22), por meio da execução do “Toque de Silêncio”. O presidente destacou a competência e a alegria do apresentador. "Gugu Liberato, por décadas, deixou sua marca em todo o Brasil. Esbanjava alegria e informação. Que Deus acolha sua alma e conforte sua família, amigos e fãs", disse.

Em seguida, enalteceu a capacidade dos paraquedistas e destacou a importância desta formação para a sua vida. Ele lembrou a resiliência destes profissionais. “Para o paraquedista não existe obstáculo”. E completou dizendo que o alcance do cargo que ocupa só foi possível por causa do aprendizado que teve. “O que aprendemos aqui fica para sempre na alma do paraquedista”, afirmou.

O presidente encerrou as suas palavras fazendo menção a final da Taça Libertadores da América. "Respeitosamente, como futebol faz parte da cultura e da alma do povo brasileiro, hoje todos nós somos Flamengo", disse o presidente.

A Equipe de salto livre da Brigada de Infantaria Paraquedista, detentora do record de pontos nos 5º Jogos Mundiais Militares, realizados no Rio de janeiro em 2011, realizou saltos conduzindo os pavilhões do Exército e das principais unidades de paraquedismo. E fechando a apresentação, uma oficial paraquedista, em aterrisagem perfeita, chegou ao solo conduzindo a Bandeira do Brasil, para a vibração da plateia.

Em seguida, paraquedistas veteranos de todas as épocas, fizeram um desfile vibrante e cheio de emoção. A parada contou com a presença de militares da ativa e da reserva, e pode ser vista a presença de mulheres e crianças, familiares e entusiastas do paraquedismo.

Fotos: CB Max/MD e Divulgação/PR


ÚLTIMAS

Terrestre

MAIS LIDAS