30 de Outubro, 2019 - 10:40 ( Brasília )

Terrestre

Premiação do 3º Festival de Fotografias Militares reúne vencedores de diferentes locais do país


“A fotografia é uma das poucas coisas que tem poder sobre o tempo: ela o paralisa.” A frase de autor desconhecido descreve bem a sensação de quem olha para as fotografias vencedoras da 3ª edição do Festival de Fotografias Militares, promovido pelo Centro de Comunicação Social do Exército (CCOMSEx).

No dia 28 de outubro, os vencedores do concurso participaram de uma solenidade de premiação na sede do CCOMSEx, no Quartel-General do Exército.

No total, 328 trabalhos, de 74 participantes, foram inscritos. Inicialmente, um júri técnico selecionou as 20 melhores fotografias, que concorreram em duas categorias: Geral e Internet.

As três melhores fotos da categoria geral, escolhidas pelo júri técnico, foram: em primeiro lugar, o trabalho “Braço-Forte, Mão-Amiga”, de Jackson Mendes de Morais, de Curitiba (Paraná); em segundo, o 3º Sargento Daniel José das Chagas Ferreira, do Comando Militar da Amazônia, em Manaus, com “Desfile do melhor do mundo”; e, em terceiro, “Adestramento na Zona de Lançamento”, do Cabo Marllon Guedes Lucinda, do 26º Batalhão de Infantaria Pará-quedista, no Rio de Janeiro.

O vencedor da categorial geral, que ano passado ficou em terceiro lugar, explicou que esse tipo de evento incentiva os fotógrafos que fazem fotos militares a se especializarem na temática.

Na categoria Internet, o trabalho mais votado foi o do Soldado Dener do Carmo Costa, do 4º Batalhão de Engenharia de Combate, da cidade de Itajubá, Minas Gerais, intitulado “Tiro Noturno”.

A imagem mostra um tiro realizado por militares com munição traçante em um estande à noite. Para o grande vencedor da web, que já é fotógrafo há cinco anos, o Festival é um importante meio de divulgação tanto para o seu trabalho, como para o trabalho da sua unidade.

“Para mim foi uma grande satisfação ganhar o primeiro lugar na internet, e o mais estimulante ainda foi ver meus amigos, colegas de faculdade, familiares e companheiros de farda se mobilizarem para divulgar a competição online e a minha foto”, contou.

O Chefe do CCOMSEx ressaltou que o Exército é o principal ganhador do Festival, já que a instituição tem mais possibilidades de divulgação com qualidade. “Hoje é um dia de júbilo para nós. É um momento de fortalecimento do Sistema de Comunicação Social do Exército, fortalecimento da nossa capacidade também de atingir outros segmentos de público por meio da arte que é a fotografia”, concluiu.