15 de Dezembro, 2015 - 23:00 ( Brasília )

Tecnologia

Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) abre primeiro mestrado fora do campus de SJC

Fortaleza, líder de aprovação no vestibular da instituição e cidade natal do criador do ITA, recebe Mestrado Profissional em Segurança de Aviação e Aeronavegabilidade Continuada


por Vianney Junior
@jtvianney

 
O mais conceituado centro de pesquisa e desenvolvimento aeroespacial da América Latina, o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), efetiva o primeiro curso profissional fora do campus de São José dos Campos, em São Paulo. O MP-Safety ITA, um curso de mestrado profissional com duração de dois anos, é fruto da parceria entre o instituto, o Governo do Estado e a Universidade Federal do Ceará (UFC).
 
A cerimônia de assinatura do acordo acadêmico para efetivação do mestrado inédito ocorreu no Palácio Abolição, sede do Governo do Estado do Ceará, com a presença do Governador Camilo Santana; do Reitor do ITA, Prof. Fernando Toshinori Sakane; do Reitor da UFC, Henry de Holanda Campos; do Secretário do Planejamento e Gestão, Hugo Santana de Figueiredo Junior; e do maior articulador da efetivação do mestrado no Ceará, o Secretário da Ciência, Tecnologia e Educação Superior, ex-senador Inácio Arruda.
 
“Estávamos sonhando com isso, e um dos motivos para concretizar esse fato é que somos campeões do número de ingressos no ITA”, disse Camilo Santana.
 
Ceará Nota 10– O Reitor do ITA, Prof. Fernando Toshinori Sakane, centrou sua fala em mostrar o percentual de cearenses aprovados na instituição nos últimos quatro anos. Em 2015, das 170 vagas ofertadas, 61 foram ocupadas por cearenses, o que representa 36%; em 2014, das 170 vagas, 71 foram de cearenses, o que dá índice de 42%; em 2013, para as 120 vagas, foram 43 estudantes aprovados, o que representa 36% de cearenses.

Em 2012, foram aprovados 40 candidatos do Estado, para as vagas ofertadas para os cursos de graduação em engenharia do instituto. Uma liderança consolidada do ranking de aprovação no vestibular da instituição, um dos mais concorridos do país.
 
"O cearense hoje é o japonês da década de 1960", observou o Prof. Fernando Sakane, lembrando que naquela época eram os descendentes de japoneses que ocupavam quase a totalidade das vagas. Destacou, ainda, que se podia dizer que são muitos os cearenses que concorrem, o que não é fato, porque representam apenas 10% dos inscritos.
 
Além da maioria geral, Fortaleza também está a frente de todas as cidades no quesito sexo. Em 2015, das 18 mulheres aprovadas, 10 são da capital cearense, ou seja, mais da metade (55,5%).
 
Na Terra de seu Idealizador– O cearense de Fortaleza, Casimiro Montenegro Filho sonhava transformar o Brasil em uma potência aeronáutica. O Marechal-do-Ar Montenegro, Patrono da Engenharia da Aeronáutica, foi o principal responsável pela criação, em 1950, do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), hoje um dos mais respeitados centros mundiais de produção de conhecimento tecnológico.

“Ele tinha um traço da personalidade de Indiana Jones. Era um aventureiro”, descreve assim seu biógrafo, Fernando Morais. “Montenegro lutou na Revolução de 1930, pilotou o primeiro vôo do Correio Nacional Aéreo, em 1931, e no ano seguinte foi preso durante a revolução paulista por comandar o Destacamento de Aviação de São Paulo e ser um dos homens de Getúlio Vargas no estado”.
 
O atual reitor, Prof. Sakane, na ocasião da cerimônia de assinatura do acordo acadêmico, disse sentir-se em casa, e recordou que ao ingressar no ITA, em 1964, ainda era diretor o cearense e idealizador do Instituto, Casimiro Montenegro, e que hoje, perto de concluir seu mandato, estava assinando aquele acordo no Ceará.
 
“Pleito de longa data do Povo Cearense”, o curso profissional do ITA, em Fortaleza, “alinha-se à política de oportunização da educação de alto nível às regiões Norte e Nordeste, o que caracteriza a forma mais democrática de promover o desenvolvimento, qualificar mão de obra de excelência, e atrair emprego de qualidade”, ressaltou o Secretário da Ciência, Tecnologia e Educação Superior do Estado, Inácio Arruda.

O ex-senador lembrou o trabalho de alguns anos, que demandou ampla articulação e convencimento, que culminou com o êxito da implantação do primeiro curso de mestrado do ITA, fora de sua sede. “Há mais por vir. Queremos que este seja o primeiro passo de uma longeva e profícua caminhada para a contínua geração de parcerias que atraiam investimentos por meio da educação. Nossos esforços são para que o Ceará seja, não apenas um exportador de intelectos no estado da matéria prima, mas sim, um produtor de tecnologias com alto valor agregado, advindas do saber e preparo de profissionais de primeira classe”, concluiu Inácio.
 
Um salto como o de SJC– O Secretário do Planejamento e Gestão do Estado, Hugo Santana de Figueiredo Junior, destacando o "dia histórico", admitiu que, com o acordo firmado, "o Ceará dá um grande passo no sentido de fomentar o desenvolvimento da educação superior e qualificação de mão de obra". O mestrado objetiva implementar polos irradiadores de ideias do campo científico, que poderão ser transformadas por empreendedores em inovações tecnológicas a serem apropriadas pelo setor produtivo e pela sociedade em geral, tornando, assim, a economia cearense mais competitiva e preparada para crescer de forma justa e sustentável.
 
Como Cursar– As inscrições ao Mestrado Profissional em Segurança de Aviação e Aeronavegabilidade Continuada, MP-Safety, serão realizadas mediante preenchimento de formulário específico até o dia 22 de janeiro. Para a realização dos exames de seleção foram disponibilizadas três datas: 13 de dezembro de 2015; 9 de janeiro de 2016; 24 de janeiro de 2016. O local dos exames será o Centro de Tecnologia da UFC.
 
O Mestrado Profissional está dividido em três fases. A primeira, com oferta de disciplinas obrigatórias e optativas, será de 13 de fevereiro de 2016 a 27 de outubro de 2017. A segunda, referente ao estágio profissional em São José dos Campos (SP), acontecerá de 6 a 10 de novembro de 2017. A terceira e última, incluindo desenvolvimento, Exame de Qualificação e Defesa da Dissertação, está programada para ocorrer até 31 de janeiro de 2019.