COBERTURA ESPECIAL - Especial Espaço - Aviação

30 de Setembro, 2019 - 10:25 ( Brasília )

CLA lança Foguete de Treinamento Intermediário

O lançamento fez parte da Operação Águia II/ 2019

Tenente Emília Maria E Major Monteiro


O Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) realizou na tarde de quarta-feira (25/09) o lançamento de um Foguete de Treinamento Intermediário (FTI) na Operação Águia II/ 2019. Além do treinamento operacional das equipes envolvidas e teste de equipamentos em solo associados às operações de lançamentos em Alcântara, a operação teve por objetivo dar andamento ao processo de verificação do novo sistema de terminação de voo, recentemente adquirido pelo Centro visando a realização da teledestruição remota de foguetes em situações previstas.

O lançamento ocorreu às 14h11 pelo horário de Brasília com o veículo atingindo 52 quilômetros de altitude máxima (apogeu). Em um total de cinco minutos e três segundos, o FTI percorreu 75 quilômetros de distância entre a plataforma de lançamento e o local de término do rastreio sobre a costa alcantarense. “Nosso 487º lançamento de um veículo em Alcântara se mostrou importante para atestar o grau de maturidade da equipe envolvida e eficácia dos meios de solo. Especificamente nessa operação, testamos, pela terceira vez com sucesso, o novo sistema de terminação de voo do CLA, equipamento essencial para novos saltos evolutivos que o Centro vivenciará nos próximos anos”, explica o Diretor do CLA, Coronel Aviador Marco Antonio Carnevale Coelho.



Participaram da Operação Águia II/ 2019, a Marinha do Brasil realizando interdição marítima, o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) realizando interdição aérea, a Ala 9 por meio dos Esquadrões Tracajá (1º ETA), realizando transporte de pessoal, e Netuno (3º/7º GAV), responsável pela varredura de área marítima, a Ala 10 com o Esquadrão Falcão (1º/8º GAV), prestando apoio a eventual evacuação aeromédica, além das equipes operacionais do CLA e de suporte logístico do Grupamento de Apoio de Alcântara (GAP-AK) e apoio médico do Esquadrão de Saúde de Alcântara (ES AK).

A atividade integra o projeto Foguete de Treinamento (FOGTREIN) desenvolvido pelo Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) com a indústria nacional e suporte da Agência Espacial Brasileira (AEB) que desde 2009 dota os centros de lançamentos nacionais de capacidade operacional por meio dos foguetes que compõem a família FOGTREIN, tanto o Foguete de Treinamento Intermediário (FTI) quanto o Foguete de Treinamento Básico (FTB).



Experimento educacional

A Operação Águia II/ 2019 também serviu de preparação para um experimento desenvolvido pela rede municipal de ensino de São José dos Campos (SP) sob a orientação de professores e voluntários de instituições de pesquisa e desenvolvimento e da indústria aeroespacial.

Batizado de Sistema de Aquisição de Dados de Navegação Joseense - versão A (SANJ-A), o mecanismo deverá ser capaz de monitorar a aceleração e giro em três eixos, bem como a temperatura ambiente, por meio de uma MPU-6050, acoplada a um Arduíno Nano, que fará a filtragem dos dados e os transmitirá da carga-útil do FTI via telemetria às estações de Telemedidas do CLA.

Nesse primeiro momento, duas professoras da rede municipal de São José dos Campos acompanham a execução da operação de lançamento e realizam testes com o experimento, a carga útil do FTI e a transmissão de sinal via temeletria para eventuais ajustes visando participação futura do equipamento em voo do veículo com a presença de professores e alunos integrantes do experimento na próxima Operação Águia a ser realizada pelo CLA no ano de 2020.



Fotos: Soldado Alberto/CLA