COBERTURA ESPECIAL - Especial Espaço - Aviação

27 de Maio, 2019 - 14:35 ( Brasília )

Operação Águia é realizada no Centro de Lançamento de Alcântara (MA)

A Operação aconteceu do dia 20 a 24 de maio e teve por objetivo proporcionar treinamento operacional às equipes do CLA

Tenente Andreza Aarão Edição: Agência Força Aérea - Revisão: Tenente Coronel Santana

O Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) realizou no período de 20 a 24 de maio a Operação ÁGUIA I/2019, na qual foram lançados dois Foguetes de Treinamento Intermediário (FTI). Os lançamentos ocorreram nos dias 23 e 24 em Alcântara (MA).

O último aconteceu às 13h44 (horário de Brasília), atingindo seu apogeu em 1 minuto e 44 segundos. A Operação ÁGUIA I teve por objetivo proporcionar treinamento operacional às equipes do CLA de forma isolada. Na ocasião, os lançamentos foram executados sem carga útil científica para a realização dos testes de aceitação do novo sistema de terminação de voo e para obter dados de análise de voo balístico, cujo acionamento ocorreu em 2 minutos e 12 segundos após o lançamento.

Realizada integralmente pelo CLA, organização militar da Força Aérea Brasileira (FAB) subordinada ao Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), a Operação ÁGUIA contou com o apoio da Agência Espacial Brasileira (AEB), da Marinha do Brasil (MB), do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) e dos Esquadrões Falcão (1°/8° GAV) e Netuno (3°/7° GAV).



A Marinha do Brasil, o 1°/8° GAV, o 3°/7° GAV e o DECEA foram responsáveis pela interdição marítima e também do espaço aéreo. Além disso, têm a incumbência de realizar Patrulha Marítima na área envolvida minutos antes do lançamento e de ficar alerta para uma eventual necessidade de evacuação aeromédica.

Apesar de todos os procedimentos de segurança realizados, foram emitidos avisos à Associação dos Pescadores de Alcântara, às agrovilas do entorno do CLA e à comunidade local, para que todos tomassem conhecimento das atividades operacionais do Centro de Lançamento.

"O lançamento dos dois FTI com sucesso comprova a eficiência de toda equipe do CLA, dos Esquadrões Aéreos e de todos nossos meios de solo, especialmente do novo sistema de terminação de voo, testado pela primeira vez nessa operação. Estamos, a cada dia, dando mais um passo firme para elevar o Centro a um novo patamar, compatível com as expectativas da população brasileira", concluiu o Diretor do CLA, Coronel Aviador Marco Antônio Carnevale Coelho.



Fotos: S1 Gabriel/CLA


VEJA MAIS