COBERTURA ESPECIAL - Especial Espaço - Tecnologia

04 de Abril, 2018 - 10:00 ( Brasília )

Centro de Lançamento de Alcântara lança Foguete de Treinamento Intermediário

Foguete atingiu 51 km de altitude máxima em 1 minuto e 44 segundos

Ten Andreza, Ten João Eliase Maj Alle

O Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) realizou, durante a Operação Águia I/2018, o 100º lançamento geral da unidade, sendo na ocasião utilizado o Foguete de  Treinamento Intermediário (FTI).

O objetivo foi a manutenção operacional do CLA, a obtenção de dados para análise de voo do foguete e a verificação pelo Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) da capacidade operacional para o lançamento de um foguete VS-30 na Operação Mutiti, prevista para ocorrer ainda este ano, em Alcântara.

O lançamento contou com uma equipe de mais de 100 militares e servidores civis do CLA, do Centro de Lançamento da Barreira do Inferno (CLBI), além dos Esquadrões Falcão (1º/8º GAV), para eventual apoio com evacuações aeromédicas dos profissionais envolvidos, e Netuno (3º/7º GAV), para verificação de segurança prévia da área marítima interditada para a operação.

O 14º FTI lançado do CLA atingiu 51 km de altitude máxima (apogeu) em 1 minuto e 44 segundos. O foguete percorreu 86 km da plataforma de lançamento até atingir o ponto de impacto no litoral maranhense, levando 3 minutos e 35 segundos de tempo total de voo.

“Esse lançamento demonstrou o elevado grau de adaptabilidade das equipes e meios de solo do CLA. É um momento importante para todos que participaram deste marco histórico do Centro. Ao alcançarmos nossa 100ª operação colocamos o CLA cada vez mais em evidência no contexto atual do Programa Espacial Brasileiro, gerando maior desenvolvimento tecnológico e trazendo recursos e prosperidade a todo o País”, afirmou o Diretor do Centro, Coronel Engenheiro Luciano Valentim Rechiuti.

Operação Mutiti

A operação Águia I/2018, realizada no CLA, ocorreu simultaneamente à segunda Reunião de Acompanhamento de Interface (2ª RAI) da Operação Mutiti, a ser realizada pelo Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE), e que deve lançar, a partir do CLA, um foguete VS-30 com experimentos científicos e tecnológicos desenvolvidos com recursos da Agência Espacial Brasileira (AEB).

Outros objetivos da Operação Mutiti em Alcântara são o de dar continuidade ao Programa Espacial Brasileiro, em coordenação com a AEB; apoiar projetos de organizações de ensino, pesquisa e desenvolvimento para a realização de estudos por meio de voos suborbitais; proporcionar treinamento com a utilização dos meios de lançamento, de rastreio e de coleta de dados do CLA; além de manter a operacionalidade do CLBI como Estação Remota, proporcionando treinamento às diversas equipes envolvidas com o rastreio do foguete e a coleta e transmissão de dados do módulo de experimentos do foguete (carga-útil).

Fotos: Cb Arnando / FAB

 



Outras coberturas especiais


Dossiê EMBRAER

Dossiê EMBRAER

Última atualização 20 ABR, 12:10

MAIS LIDAS

Especial Espaço