COBERTURA ESPECIAL - Especial Espaço - Tecnologia

27 de Março, 2017 - 11:00 ( Brasília )

A supersecreta nave espacial militar X-37B bate recorde no espaço


Zap.Pt


O X-37B, a supersecreta mini-nave espacial que a Boeing desenvolveu para a Força Aérea norte-americana, acabou de bater o seu próprio recorde orbital de 674 dias passados no espaço. A data de pouso da astronave continua indeterminada.

A nave espacial robótica Boeing X-37B da USAF, também conhecida como Veículo de Teste Orbital OTV-4, bateu o seu próprio recorde. O seu antecessor, o OTV-3, esteve no espaço por menos um dia.

A quarta versão do veículo espacial não tripulado X-37B, que parece um onibus espacial muito pequeno, com uma envergadura de asa de apenas 4,6 metros, foi lançada do Cabo Canaveral, na Flórida, em maio de 2015.

O programa da nave espacial foi sempre mantido em alto nível de secredo, o que levou muitos a acreditar que a mini-nave é uma arma espacial futurista.

Contudo, os especialistas que observaram o seu voo de perto destacam que a astronave é demasiado pequena e desajeitada para ser usada como arma anti-satélite. A posição oficial da Força Aérea dos EUA quanto à X-37B é de que esta nave é necessária para testar novas tecnologias espaciais reutilizáveis.

Em 2010, o perito militar e escritor russo Aleksandr Shirokorad considerou que o objectivo da nave seria o de garantir uma plataforma de testes para tecnologias que provavelmente vão ser usadas num interceptor espacial do futuro, capaz de destruir satélites usando armas cinéticas.

“As tecnologias testadas no âmbito do programa incluem navegação e controle avançados, sistemas de protecção térmica, aviónica, estruturas e juntas de temperatura elevada, isolamento reutilizável, sistemas de voo eletromecânicos de baixo peso e voo orbital, reentrada e pouso autonomo”, afirmou a porta-voz da Força Aérea norte-americana, capitã AnnMarie Annicelli – sem revelar, porém, mais detalhes.

A Força Aérea continua mantendo silêncio sobre por quanto tempo durará a missão da OTV-4 e onde ela vai aterrissar. Seus antecessores, as três primeiras versões do OTV, passaram 224, 469 e 674 dias no espaço, respetivamente, e aterrissaram na base aérea Vandenberg, na Califórnia.


VEJA MAIS