COBERTURA ESPECIAL - Russia Docs - Naval

03 de Julho, 2019 - 10:50 ( Brasília )

Incêndio em submarino russo mata 14 marinheiros, diz ministério


Um incêndio matou 14 marinheiros russos a bordo de um submarino de pesquisa em águas profundas enquanto realizavam um estudo no leito marinho, informou o Ministério da Defesa da Rússia, segundo agências de notícias do país.

O RBC, um veículo de notícias russo, citou uma fonte militar não identificada segundo a qual a embarcação era um submarino de águas profundas de propulsão nuclear AS-12, mas ainda não havia confirmação oficial.

O incidente ocorreu na segunda-feira em águas territoriais russas, e o incêndio foi apagado. Agora a embarcação está na base da Frota Russa do Norte em Severomorsk, no Mar de Barents, e a causa está sendo investigada, disse o ministério, de acordo com as agências Interfax, RIA e Tass.

“Um incêndio irrompeu a bordo de uma embarcação de pesquisa em águas profundas que estudava o meio ambiente marinho do oceano mundial a pedido da Marinha russa”, disse um comunicado do ministério, segundo a Interfax.

“Quatorze submarinistas morreram em resultado da inalação de fumaça”. Tal como citado pelas agências, o comunicado não identificou o tipo ou o modelo da embarcação.

O presidente Vladimir Putin cancelou um compromisso público agendado para a quarta-feira e deve se reunir com o ministro da Defesa, Sergei Shoigu, noticiou a RIA.

Em agosto de 2000, o submarino de propulsão nuclear russo Kursk afundou no leito do Mar de Barents depois de duas explosões em sua proa, matando todos os 118 homens a bordo.