COBERTURA ESPECIAL - Pandemic War - Armas

28 de Abril, 2020 - 23:00 ( Brasília )

Taurus prioriza entrega de 5 mil protetores faciais para Manaus, cidade mais afetada com o COVID-19






A Taurus, Empresa Estratégica de Defesa e uma das principais fabricantes de armas leves do mundo, está doando 5 mil protetores faciais para Manaus, cidade mais afetada pelo coronavírus (COVID-19).

A capital do Amazonas é a primeira em que a rede de saúde entrou em colapso no país. Comovida com a grave situação, a Taurus priorizou a cidade e despachou hoje (28) com urgência, por via aérea, o lote de protetores faciais.

As máscaras serão entregues no Hospital Beneficência Portuguesa do Amazonas que, juntamente com o Instituto de Desenvolvimento da Amazônia (IDEA), fará a distribuição aos profissionais de saúde da cidade de Manaus que estão na linha de frente de combate ao COVID-19.

"Manaus encontra-se em uma situação muito crítica no combate ao coronavírus. Não tem como não se comover com a situação. Isso é o mínimo que podemos fazer em um momento como esse, que exige atitudes rápidas e efetivas com o intuito de conter a escalada da doença", diz o presidente da Taurus, Salesio Nuhs.

O Amazonas tem mais mortes por Covid-19 do que nove países da América do Sul e quase o mesmo número de casos da Argentina, que tem população dez vezes maior. No continente, apenas o Equador e o Peru têm mais mortes que o registrado pelo Estado.

Parceria

No início de abril, uma linha de produção foi montada nas instalações da Taurus, em São Leopoldo, especialmente para fabricar um lote inicial de 60 mil protetores faciais, onde militares do Exército Brasileiro de forma voluntária estão auxiliando no processo de montagem e embalagem. Desde então, já foram feitas entregas para profissionais da área da saúde e segurança pública do estado do Rio Grande do Sul.

O projeto somente foi possível devido à parceria da Taurus com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), que possibilitou que a máscara pudesse ser produzida em larga escala. O equipamento foi criado, originalmente, a partir de impressoras 3D dos laboratórios da UFRGS, sendo viabilizado através de um trabalho voluntário conjunto de docentes, técnicos e alunos da Escola de Engenharia, Faculdade de Arquitetura, Pacto Alegre e também por alguns cidadãos comprometidos com a causa.
 
Os equipamentos de proteção, modelo Face Shield, são feitos de polímero, com uma tiara para a testa e presilha de borracha na parte de trás da cabeça que fazem o suporte para uma viseira de material translúcido, servindo para proteger olhos, nariz e boca.

A fabricação deve ganhar escala ainda maior. A Taurus pretende ampliar a produção e doação por meio de parcerias com outras empresas e fornecedores de matérias primas, contemplando também profissionais de outros estados, além do Rio Grande do Sul e Amazonas.

Segundo Salesio Nuhs, a companhia continuará produzindo o EPI enquanto houver necessidade. "Continuaremos seguindo a nossa missão de ajudar a salvar vidas, fornecendo equipamentos adequados que dão mais segurança aos profissionais e heróis da saúde e da segurança pública nesse momento difícil".


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Presidência da República

Presidência da República

Última atualização 03 JUN, 20:00

MAIS LIDAS

Pandemic War