COBERTURA ESPECIAL - Panorama Haiti - Terrestre

14 de Junho, 2017 - 10:00 ( Brasília )

Operação "Ini Pou Lapé" - dissuasão ativa do Exército



Em 9 de junho, no final da sua primeira semana de ativação, o 26º contingente do Batalhão de Infantaria de Força de Paz (BRABAT 26) realizou a Operação “Ini Pou Lapé I”, na qual foram empregados todos os efetivos e os meios disponíveis em Porto Príncipe, a Capital do Haiti.

A operação teve a finalidade de manter a presença dissuasória e o apoio à população na comuna de Cité Soleil, particularmente, nas regiões de Brooklyn, Boston e Bellecourt. Com esses objetivos, ocorreram patrulhamentos a pé e motorizado. Essa localidade já havia sido considerada uma das regiões mais violentas do mundo, antes da atuação da tropa brasileira.



O nome da “Ini Pou Lapé”, em creole (língua falada no país), significa “Unidos pela Paz”. Essa expressão tem sido utilizada como slogan do BRABAT 26 desde a fase do preparo, quando estava sob a coordenação do Comando da 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel), com sede em Caçapava (SP).



Último contingente militar brasileiro

Após 13 anos de missão de paz no Haiti, o último contingente militar brasileiro (CONTBRAS) é composto por 970 militares do BRABAT 26, que conta com duas Companhias e um Esquadrão de Força de Paz do Exército Brasileiro, além do Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais, da Marinha do Brasil; e um Pelotão da Força Aérea Brasileira. O CONTBRAS também é composto pela Companhia de Engenharia de Força de Paz.


Fotos: BRABAT 26 / EB


VEJA MAIS