23 de Dezembro, 2016 - 14:00 ( Brasília )

Pensamento

Comentário Gelio Fregapani - A nossa crise – motivos, realidade e alternativas




Assuntos A nossa crise, Você sabia que:
 
A nossa crise – motivos, realidade e alternativas

Neste instante muitos assuntos interessantes acontecem no mundo da Geopolítica e em consequência da Inteligência; BREXIT, Síria, Iraque, Itália, França, Alemanha, Trump, etc, mas a maior atenção da espionagem mundial está neste momento concentrada no Brasil.

A razão é óbvia: Além de nossa disponibilidade impar em recursos naturais, há anos o Brasil vinha desenvolvendo uma forte expansão no comércio, na indústria e na geopolítica mundial: a adesão ao bloco "BRICS", a descoberta do Pré-sal, a inserção entre as maiores economias do mundo e ao seu deslocamento do eixo de submissão aos interesses dos EUA na América Latina e até no mundo, certamente mais em função de uma vaga ideologia esquerdizante do Governo.

Fossem esses os motivos ou fosse para inibir alguma concorrência, era inegável a atuação norte-americana para prejudicar o nosso desenvolvimento, principalmente na área nuclear.

Agora, o presidente eleito declara que não mais vai interferir nos outros países e se cumprir o que declarou, voltaremos a ser bons amigos e teremos oportunidade de curar nossas feridas por nós mesmos.

Com uma crise institucional instalada por uma corrupção desenfreada e alimentada por um STF irresponsável, um Congresso impopular e sem representatividade e com o Executivo frágil e tíbio, a sensação passada pela Imprensa é de desesperança como se a Federação se esfacelasse com a calamidade financeira de alguns Estados.

Na verdade não é bem assim, mas ainda estamos sob o efeito da crise moral alimentada pelas leis indesejadas que vão da imposição de cartilhas gay até as campanhas de desarmamento civil. Entretanto, a nossa continua gente boa e trabalhadora, o agronegócio que continua em expansão e muitos dos corruptos que estão sendo punidos. Uma nova onda de nacionalismo percorre o País apesar do esforço de certa imprensa em achar tudo ruim e de evitar o crescimento da auto estima.

Potencial temos de sobra, mas o que move e transforma o potencial em poder é a "vontade". Cabe a nós acreditarmos em nós mesmos e agir. Portanto, mãos a obra.

A alternativa é um aprofundamento do desmonte do Estado Nacional sendo empurrado goela abaixo do país, por um governo, que sendo inicialmente aplaudido, perderá gradualmente a legitimidade na medida em que não defenda externamente os interesses do País e/ou não aja internamente com a firmeza e sabedoria.

Nesse tenebroso cenário, que esperamos não aconteça e se o tecido social chegar a um nível de esgarçamento que leve a uma semi-guerra civil, nos obrigará a uma intervenção militar independente do pedido constitucional por um dos três Poderes. Ainda nesse cenário, o povão preferiria alguém que já mostrou decisão como o tipo Bolsonaro, cuja eleição em 2018 não caracterizaria um governo militar, embora naturalmente atuaria da mesma forma. Já os políticos, na inevitabilidade de uma intervenção prefeririam um general, um general ponderado como o Heleno ou mesmo o Villas Boas, os quais seriam bem sucedidos se deixassem a ponderação de lado e investissem para valer contra a corrupção, os privilégios do Judiciário e do Legislativo além de defender com firmeza o interesse nacional, como  supomos, o faria um com um radicalismo necessário.

Sem medidas assim, tenderia a perder a legitimidade como tende o Governo atual.

Você sabia?

Que os congressistas aprovaram, na calada da noite a autorização para que o dinheiro brasileiro seja cunhado por firmas estrangeiras, no exterior, criando mais uma vulnerabilidade?

Que ainda na calada da noite aprovaram uma grande abertura das fronteiras inclusive para o pessoal do ISIS (Estado Islâmico)?

Que, apesar de a lei contra o abuso de autoridade visar, no momento, garantir a imunidade de parlamentares bandidos, ela é uma lei necessária? E que, se a lei for bem redigida não haverá razões para os juízes temerem a nova lei?

Que FHC tentou destruir a Petrobrás sem sucesso, mas deixou o germe da situação atual?

Que a corrupção do PT/PMDB forneceu o pretexto para a desnacionalização da indústria do petróleo, como desejada por FHC?

Que a Petrobras se retira do setor de biocombustíveis para as outras entrarem?

Que a reinjeção de gás natural nos poços do pré-sal somou 34,02 milhões de m³/dia e que este volume é superior à importação de gás natural boliviano, que foi de 30,44 milhões? Claro, há explicações técnicas, mas...

Que a Termelétrica Porto de Sergipe fechou contrato de importação de compra de gás liquefeito da Qatar Petroleum por 25 anos?  O valor da negociação não foi divulgado.

Que ninguém nesse governo foi eleito tendo em sua proposta o desmanche da Petrobrás? Que isto era desejado por políticos ligados a interesses estrangeiros liderados por caciques do PSDB.

Mas que “na moita” a Petrobrás está sendo desnacionalizada sem autorização do povo brasileiro?

Questões de justiça, Você sabia?

Que a única "punição" para um juiz prevaricador é a aposentadoria compulsória, mas que ele continua a receber integralmente os super salários?
Que nós gastamos milhões por ano com a aposentadoria compulsória de juízes condenados por venda de sentenças?

Que, apesar de a lei contra o abuso de autoridade visar, no momento, garantir a imunidade de parlamentares bandidos, ela é uma lei necessária?

Que, se a lei for bem redigida não haverá razões para os juízes temerem a nova lei? Entretanto, se for redigida por bandidos ou corruptos, ela será mais rigorosa com as autoridades do que para com os malfeitores que as redigiram e visarão mesmo é garantir a impunidade dos bandidos e inibir a atuação das forças do bem.

Setor nuclear, Você sabia?

Que os setores nuclear, aeroespacial e de defesa estão entre os mais atingidos pela contenção e da mesma forma que outros importantes setores estão demitindo pessoal especializado?  E que as demissões levam consigo conhecimentos de difícil reposição?

A importância do setor nuclear  - Você sabia?

Este ano se conseguiu colocar, pela primeira vez, uma máquina de fusão nuclear funcional. Foi na Alemanha, nesta semana.

A máquina faz a mesma coisa que o sol faz: funde átomos de hidrogênio para gerar energia, ao contrário da energia nuclear que funciona através da fissão. É uma fonte inesgotável de energia e isso deve mudar o planeta, poderemos ainda dessalinizar água salgada e transformar desertos em grandes fazendas – , podemos fazer o custo do transporte ser baixíssimo.

Depois, poderemos começar a usar essa tecnologia para gerar uma enorme quantidade de energia de maneira muito barata e muito limpa, já que o produto da reação é água.

Novidades militares - Você sabia?

As tropas especiais russas receberam os primeiros lotes de uma pomada de camuflagem que os torna praticamente invisíveis para os aparelhos de pontaria,para o infravermelhos e câmaras.
 
Que Deus Todo Poderoso abençoe a você sua família no Natal

Gelio Fregapani