COBERTURA ESPECIAL - Pacífico - Geopolítica

12 de Julho, 2019 - 11:55 ( Brasília )

China aplicará sanções a empresas dos EUA por venda de armas a Taiwan


A China afirmou, nesta sexta-feira, que imporá sanções a empresas dos Estados Unidos envolvidas em venda de armas de US $2,2 bilhões para Taiwan, uma ilha reivindicada por Pequim. "As vendas de armas para Taiwan pelos Estados Unidos constituem uma séria violação das normas fundamentais do direito internacional e das relações internacionais", disse Geng Shuang, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, em comunicado, sem especificar a natureza do sistema. as sanções.

A iniciativa de venda acontece em meio a tensões entre Pequim e Washington, que travaram uma guerra comercial desde o ano passado. A China considera a ilha de Taiwan como parte de seu território, que não é reconhecido como um Estado independente pela ONU.

Washington, que rompeu relações diplomáticas com Taiwan em 1979 para reconhecer o governo de Pequim como o único representante da China, permanece, no entanto, como o aliado mais poderoso da ilha e seu principal fornecedor de armas. Esta não é a primeira vez que os Estados Unidos autorizam a venda de armas para Taiwan, e cada vez que isso provoca a ira da China.

Artigo relacionado:  

Venda de armas dos EUA a Taiwan aumenta tensão com a China [Link]


VEJA MAIS