COBERTURA ESPECIAL - Nuclear - Geopolítica

19 de Fevereiro, 2016 - 12:10 ( Brasília )

Material radioativo desaparece no sul do Iraque


Nota DefesaNet

Um texto mais amplo, em inglês, produzido pela Agência Reuters pode ser acessado na área DefesaNetE.

IRAQ - Radioactive material stolen in Iraq raises security fears Link

O Editor


As autoridades iraquianas buscavam material radioativo que desapareceu há mais de três meses no sul do país, informaram nesta quinta-feira as autoridades locais.

A empresa americana de petróleo e gás Weatherford informou à comissão ambiental de Basra sobre a perda no dia 15 de novembro de material radioativo, informou Khajak Ferweer, que dirige o departamento de radiação desta comissão.

A busca deste material está em andamento, afirmou.

Ferweer disse que a exposição a este material desaparecido, no qual há alguns grãos de Iridio-192, pode provocar queimaduras ou câncer no longo prazo, mas ele não pode ser usado para fabricar uma bomba.

Embora não possa ser utilizado para fazer uma bomba nuclear de fissão, o material radioativo pode ser empregado em explosivos convencionais para criar as chamadas "bombas sujas". No entanto, a escassa quantidade de Iridio torna difícil a realização desta hipótese.

O material perdido pertence à companhia turca SGS, segundo Ferweer, que tem contrato com a americana Weatherford.

O sul do Iraque abriga o coração da indústria petrolífera do país.

As milícias iraquianas e os grupos criminosos são ativos em algumas zonas do sul do Iraque, enquanto o grupo jihadista Estado Islâmico (EI) controla o território ao norte e a oeste de Bagdá.

Nota DefesaNet

O acidente nclear de Goiana, em 1987, com Césio 137, corresponde ao temor de produção de uma bomba suja.

O Editor