17 de Janeiro, 2020 - 11:05 ( Brasília )

Esquadra encerra primeira semana das operações “Aspirantex” e “Amazônia Azul – Mar Limpo é Vida!”


Dando continuidade ao cronograma das operações “Aspirantex 2020” e “Amazônia Azul - Mar Limpo é Vida!”, nesta quarta-feira (15), foram executados mais exercícios de caráter militar, concernentes às tarefas básicas do Poder Naval, que contribuíram para a orientação dos 244 aspirantes da Escola Naval, embarcados nos navios do Grupo-Tarefa (GT), assim como o aprimoramento das tripulações.

As atividades marcam o fim da primeira fase de mar e primeira semana das operações. Logo pela manhã, foi realizada a Transferência de Óleo no Mar do Navio-Tanque “Gastão Motta”, para as Fragatas “União” e “Liberal”, pertencentes ao GT. Durante o trânsito, que aconteceu sob ameaça aérea, dois caças AF-1 da Marinha do Brasil e o P-95, da Força Aérea Brasileira (FAB), atuaram como figurativos inimigos, realizando ataques simulados contra a Força. Houve ainda oposição de superfície, realizada pelo Navio-Patrulha “Macau”.

Na parte da tarde, as aeronaves realizaram esclarecimento, em distâncias superiores à 80 milhas do navio Porta-Helicópteros Multipropósito “Atlântico”. Na ocasião, houve investigação de possíveis contatos de interesse, para apurar se havia embarcações que apresentassem contravenção no mar.

A ação aconteceu em prol da Marinha, contribuindo para elevar o nível de adestramento das tripulações e também em proveito da Operação “Amazônia Azul - Mar Limpo é Vida!”, ao monitorar áreas onde houve ocorrência de poluição por óleo no ano passado. Ainda no dia 15, ocorreu o Split - quando os navios do GT seguiram em direção a diferentes pontos do litoral nordestino, se transformando em Unidades-Tarefa.

“Essa separação ocorre para otimizar as ações de presença na nossa Amazônia Azul, alcançando uma maior extensão do mar territorial”, afirmou o Comandante da 1ª Divisão da Esquadra, Contra-Almirante Gilberto Santos Kerr. A próxima etapa é a atracação, nos portos de Fortaleza-CE, Maceió-AL, Natal-RN, Recife-PE e Cabedelo-PB, nesta quinta-feira (16), que marca o fim da primeira fase de mar da operação.