26 de Julho, 2019 - 10:25 ( Brasília )

Colóquio e simpósio na EGN abordam impactos tecnológicos e o planejamento baseado em capacidades


O Centro de Estudos Político-Estratégicos da Marinha (CEPE-MB) e a Escola de Guerra Naval (EGN) realizaram, de 16 a 18 de julho, um conjunto de eventos que abordaram os impactos das novas tecnologias para o Poder Marítimo e o planejamento baseado em capacidades para o Poder Naval.

A programação teve início no dia 16 de julho, com o colóquio internacional “Capabilities and capacities: Defense dilemmas in a highly competitive era, impacts in capability – based planning”, conduzido pelo Professor Doutor Ian Andrew Speller, da Maynooth University (Irlanda).

No dia 17, o Diretor da EGN, Contra-Almirante Edgar Luiz Siqueira Barbosa, fez a abertura do Simpósio “Poder Marítimo e as Novas Tecnologias”. Na ocasião, o Professor Speller proferiu a palestra “Sea Power and the new technologies”, quando destacou que é mais importante realizar a estratégia para obter os resultados desejados do que obter ou desenvolver novas das tecnologias, já que, segundo ele, somente as tecnologias não resolverão os problemas dos conflitos do futuro.

Os eventos tiveram como público-alvo oficiais-alunos dos Cursos de Altos Estudos Militares da EGN; alunos de pós-graduação, membros da comunidade acadêmica, docentes das escolas de altos estudos militares e interessados.

Foram realizadas, ainda, mesas-redondas com integrantes do CEPE-MB e do Programa de Pós-Graduação em Estudos Marítimos (PPGEM) da EGN, voltadas para o Planejamento Estratégico, Segurança Marítima e Consciência Situacional Marítima.

Também ocorreu um debate do grupo de pesquisa do CEPE-MB, juntamente com os pesquisadores do Laboratório de Simulações e Cenários (vinculado ao PPGEM), que tratou sobre possíveis cenários para o Poder Marítimo brasileiro em 2040. O debate contou com a participação do Professor Ian Speller.



ÚLTIMAS

MAIS LIDAS