COBERTURA ESPECIAL - Especial MOUT - Armas

25 de Setembro, 2018 - 11:20 ( Brasília )

RJ - Armamento de maior calibre aumenta raio de risco para população

Armamento pesado de traficantes amplia área de risco à população; tiro de fuzil pode percorrer até 1,5 quilômetro


Giselle Ouchana / Gustavo Goulart /
Ludmilla de Lima

RIO — Moradora da Rua Dona Mariana, em Botafogo, Cristina Ferreira tomava banho quando um de seus braços começou a sangrar. Ela havia sido atingida de raspão por um projétil que, na noite de domingo, percorreu uma distância de cerca de um quilômetro a partir do Morro Dona Marta, que já foi “vitrine” do projeto de pacificação do estado. Naquele momento, ocorria um intenso confronto na comunidade.

Com o acirramento da guerra entre as forças de segurança e o tráfico, os riscos para a população se tornaram maiores: o laboratório de dados Fogo Cruzado contabilizou 121 vítimas de balas perdidas na Região Metropolitana este ano. Vinte e cinco morreram. E, apenas este mês, 11 pessoas ficaram feridas e quatro não resistiram.

O armamento pesado nas mãos de criminosos vem ampliando a violência. Um tiro de fuzil AK-47, bastante usado pelo tráfico, pode ferir ou matar alguém a 800 metros de distância, sendo que, dependendo das condições climáticas e do ângulo do disparo, o projétil é capaz de percorrer 1,5km.

— Todos que moram ou trabalham no prédio ficaram indignados com o que aconteceu. A bala (que entrou por uma janela do 5º andar) mostrou que ninguém, na favela ou no asfalto, está a salvo da violência — disse um porteiro, que pediu para não ser identificado.

 

 


Pistola 9mm
Tem uma precisão de 100 metros, mas seu disparo alcança até 1.700m 

AK-47
Acerta um alvo a 800m de distância, mas o projétil pode alcançar 1.500m 
 
Fuzis AR-15 e similares 
O alvo é atingido a 1.000m, mas a distância percorrida pela bala chega ao dobro 
 
Metralhadora .50
Permite ao atirador acertar o que mira a 1.000m, mas o projétil pode causar danos a 2.500m

Não se sabe ainda qual é o calibre da bala que feriu Cristina — levada para o hospital Copa D'Or, onde foi atendida e logo liberada —, mas especialistas lançam a hipótese de que o projétil seja de fuzil.

— Acredito nessa possibilidade porque uma bala de fuzil tem maior alcance e velocidade. Pela distância, um projétil de pistola provavelmente causaria  apenas um impacto, como se fosse uma pedrada — disse o antropólogo Paulo Storani, ex-capitão do Batalhão de Operações Especiais (Bope) da PM. — É preciso acabar com a entrada de armas no estado para evitar novos.

Na última quarta-feira, policiais civis apreenderam na Barra uma metralhadora antiaérea Browning .50. A arma, que tem 1,68m de comprimento e pesa 38kg, é capaz de furar a blindagem de carros-fortes e de aeronaves.

Diretor da Associação Brasileira de Profissionais de Segurança, Vinícius Cavalcante também acredita que Cristina Ferreira foi atingida por um disparo de fuzil, “um perigo real para toda a população do Rio”:

— Vítima de bala perdida não é alvo. O caso de Botafogo realmente indica que qualquer um que esteja dentro do raio de alcance máximo de uma arma corre risco. E vale destacar que, quando um projétil é disparado em trajetória descendente, como parece ter acontecido no Dona Marta, o impacto é ainda maior.

O confronto na comunidade teve início por volta das 20h30m de domingo. A PM informou que uma equipe da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) local, a primeira implantada no estado, em dezembro de 2008, foi atacada por traficantes ao tentar acabar com um evento de hip hop que estaria sendo realizado sem o cumprimento de todas as exigências necessárias. Organizadores afirmaram que tudo estava de acordo com a legislação.


Nota DefesaNet

Esta é uma nova etapa no processo de ampliar a área de risco para a população do Rio de Janeiro. Ou diretamente aumentar o processo de chantagem contra a sociedade pelos grupos armados irregulares.

O conceito de "Bala Perdida" ou "Bala Achada" usualmente adotado para vincular as ações policiais aos ferimentos e mortes de civis tem agora uma variante.

Embra os conceitos usados no artigo sobre balística e trajetórias de projetis estejam incorretos o riscos de amplianção de áreae são reais.

O alcance útil de uma pistola, qualquer marca ou calibre é de 100m, Usualmente menos pois sempreé empregada como arma de efeito  "stop Power". Ou seja tirar de combate no primeiro disparo o oponente ou risco para o policial.

Para Fuzis ou Armas de Assalto o alcance útil com razoável precisão, munição de boa qualidade e armamento emcondições e um bom atirador é até 800m. Porém é fundamental que o atirador esteje bem apoiado assim como a arma.

Alcances maiores podem ser obtidos usando a trajetória indireta. Ou popularmente atirando para cima, na direção  onde deseja infligir dano. Não é possível uma precisão, nem aproximada, mas este não é o caso.

O Objetivo é Causar Pânico e medo na população.

Embora sem precisão e o tiro indireto ao peso do projetil mais a sua velocidade causa um dano e pode também ser fatal. Caso típico os tiros dados para o alto. A queda da bala terá a quase a mesma velocidade de quando saiu do cano (Vo).
   




 


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Guerra Hibrida Brasil

Guerra Hibrida Brasil

Última atualização 21 OUT, 12:30

MAIS LIDAS

Especial MOUT

4
04 SET, 00:40

Corridão do CAZUCA