COBERTURA ESPECIAL - Israel - Tecnologia

21 de Junho, 2019 - 10:05 ( Brasília )

IAI apresentará o alunissador da Beresheet no Paris Air Show


A Beresheet é uma missão concebida e desenvolvida em parceria pela ONG israelense SpaceIL  e a Israel Aerospace Industries (IAI). Fundada em 2011, a SpaceIL participou do concurso Lunar XPrize da Google (GLXP), com o objetivo de alunissar uma aeronave não tripulada.

Embora o GLXP tenha terminado sem um vencedor, a equipe da SpaceIL e da IAI prosseguiu a missão e lançou o primeiro alunissador com financiamento privado em fevereiro de 2019. A principal missão da SpaceIL era criar um “efeito Apollo” que promovesse a educação científica e tecnológica em Israel, inspirando a próxima geração.

A Beresheet foi lançada em Cabo Canaveral, Flórida, em 21 de fevereiro de 2019 como a primeira missão compartilhada para a Lua, fez todas as suas manobras orbitais ao redor da Terra e entrou na órbita da Lua em 4 de abril de2019, fazendo de Israel o sétimo país a orbitar a Lua.

Infelizmente, o alunissador histórico, que orbitou a Lua em abril enquanto transmitia imagens de alta qualidade da superfície lunar, não fez um alunissagem suave conforme planejado. Apesar disso, as conquistas demonstradas nessa missão representam um importante know-how inovador, tecnológico e de engenharia na construção de veículos espaciais.

O pioneirismo da Beresheet: A Beresheet é a primeira missão à Lua da iniciativa privada. O Beresheet é o menor alunissador em peso. Foi desenvolvido e construído a um custo de apenas US$100 milhões, comparado aos bilhões de dólares gastos em projetos similares. Seu extenso trajeto representou a mais longa viagem até a Lua, totalizando 6,5 milhões de quilômetros.  

O processo de planejamento e desenvolvimento da espaçonave envolveu o trabalho intensivo de dezenas de engenheiros, cientistas e membros da equipe. O desenvolvimento da SpaceIL e IAI se iniciou em 2015 e durou até 2018. A espaçonave pesava apenas 600 quilos, tinha 1,5 metro de altura e cerca de 2 metros de largura, sendo que o combustível respondia por aproximadamente 75% de seu peso.



Parceiros e doadores: A IAI tem sido parceira integral no projeto desde sua criação. Ao longo dos anos, outros parceiros da iniciativa privada, governo e  esferas acadêmicas foram agregados ao projeto. Dentre os mais proeminentes estão o Instituto de Ciência Weizman, a Agência Espacial Israelense, o Ministério da Ciência e Tecnologia, Bezeq e outros.

Os principais colaboradores do projeto incluem Miriam e Sheldon Adelson, Sammy Sagol, Lynn Schusterman, Sylvan Adams, Stephen Grand e outros. O filantropo e empresário Morris Kahn encabeçou a compleição da missão, financiando US$40 milhões do projeto enquanto atuava como presidente da SpaceIL.


VEJA MAIS