COBERTURA ESPECIAL - Guerra Informação e Híbrida

21 de Maio, 2017 - 22:30 ( Brasília )

Globo Constrange Comandantes Militares

A troika dos irmãos Marinho tentou constranger Comandantes Militares antes de reunião com Presidente Michel Temer na sexta-feira.

 

Nelson During
Editor-chefe DefesaNet


Ao ter conhecimento que os Comandantes Militares, o Ministro da Defesa e o Ministro-Chefe do Gabinete de Segurança Institucional iriam reunir-se com o presidente Michel Temer, na sexta-feira, 19 MAIO 2017, bateu o pânico na Rede Globo.

Conduzindo no momento, a maior Guerra Informacional (com características de Guerra Híbrida), no mundo, contra o Presidente Michel Temer, a Troika Marinho passou a recear que os Comandantes pudessem, não apoiar de forma explícita o governo, mas engajarem seus serviços de informações e exporem as ações irregulares até então realizadas.

Para isso publicaram às 15H20min, na tarde de sexta-feira, quase duas horas antes um violento editorial “A renúncia do presidente”. Ou seja 2 horas antes da reunião para repercutir e criar constrangimentos.

Mesmo desprezando os militares editorialmente ao longo dos anos e ao mesmo tempo que apresenta a mini-série "Os Dias Eram Assim", com uma reescrita livre e absurda do período dos governos militares. Não por acaso lançada neste período.  Junto com uma série de matérias em paralelo atacando os militares de forma direta ou indireta nas últimas semanas.

O editorial é feito numa linguagem direta repleta de palavras que são caras aos Militares:

“integridade moral”
“Corrupção”
“Compra de juízes”
“Moral”
“Ética

Como Postura declara:

“Este jornal apoiou desde o primeiro instante o projeto reformista do presidente Michel Temer”

E a razão da mudança:

“Mas a crença nesse projeto não pode levar ao autoengano, à cegueira, a virar as costas para a verdade."

"Não pode levar ao desrespeito a princípios morais e éticos."

Clama pela renúncia:

“A renúncia é uma decisão unilateral do presidente. Se desejar, não o que é melhor para si, mas para o país, esta acabará sendo a decisão que Michel Temer tomará. É o que os cidadãos de bem esperam dele.”

E tenta cooptar o Comandante do Exército:

 “O caminho pela frente não será fácil. Mas, se há um consolo, é que a Constituição cidadã de 1988 tem o roteiro para percorrê-lo. O Brasil deve se manter integralmente fiel a ela, sem inovações ou atalhos, e enfrentar a realidade sem ilusões vãs.“
 

Isto pois no dia anterior o Gen Ex Villas Boas publicou na sua conta do Tweeter:

Nota

Para acessar ao Editorial de O Globo:

O Globo - Editorial: A renúncia do presidente (Ataque ao Brasil) Link


Os Comandantes em notas separadas mas alinhadas publicaram declarações através dos Centros de Comunicação, na noite de sexta-feira (ver link abaixo para as íntegras das notas).

Novamente o único que expôs de forma pública foi o Comandante do Exército atrvés de um Tweeter:


 


Mesmo após a reunião o jornal o Globo tenta constranger e impor pauta aos Comandantes Militares. Tenta criar um ambiente hostil entre os Comandantes e a tropa. Leia a matéria de O Globo no link das Notas Oficiais abaixo.

Para a íntegra das Declarações dos 3 Comandos acesse

Notas Oficiais - MB - EB - FAB - Reunião Palácio Planalto Link 

 
Matéria Relevantes:


Comandante do Exército diz não haver `atalhos´ fora da Constituição Link

O Globo - Editorial: A renúncia do presidente (Ataque ao Brasil) Link

Reinaldo Azevedo - Temer foi vítima de atos ilegais; democracia rejeita “entrapment” Link


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Ecos - Guerras, Conflitos, Ações

Ecos - Guerras, Conflitos, Ações

Última atualização 23 JUN, 11:00

MAIS LIDAS

Guerra Informação e Híbrida

1