COBERTURA ESPECIAL - Guerra Hibrida Brasil - Inteligência

24 de Junho, 2018 - 13:15 ( Brasília )

Gen Ex Pinto Silva - A Imprensa e a Verdadeira Realidade dos Fatos e Acontecimentos

A irresponsabilidade de parte da mídia divulgando fato relevante da vida nacional distorcido, com um viés ideológico e muitas vezes defendendo interesses de grupos políticos e econômicos, desinforma a população.



A IMPRENSA E A VERDADEIRA REALIDADE DOS FATOS E ACONTECIMENTOS

Carlos Alberto Pinto Silva[1]

 
Não se pode contestar a influência e a persuasão que o poder da mídia possui sobre a sociedade, particularmente na parcela mais carente, que, frequentemente, acaba tomando como verdade absoluta tudo o que é veiculado, justamente, por não possuir meios e ou condições de entendertudo o que é dito.

A liberdade de imprensa, um direito fundamental na democracia, não deve ser maculada pela falta de compromisso com a verdade na notícia e com a possibilidade de perpetrar excessos na divulgação, por leviandade ou propósito que não pode ser declarado[2].

A irresponsabilidade de parte da mídia divulgando fato relevante da vida nacional distorcido, com um viés ideológico e muitas vezes defendendo interesses de grupos políticos e econômicos, desinforma a população, na medida em que não oferece uma precisa apreciação da verdade dos fatos, para que a sociedade leia, assista, ouça e tire suas próprias conclusões dos acontecimentos.

É de bom alvitre relembrar as dez estratégias de manipulação da mídia – Noam Chomsky: Distração; Criar problemas e depois oferecer soluções; Gradualidade; .... ...[3].

“No passado a sociedade já percebeu, conforme a pesquisa da Grottera, ter sido submetida a um processo de lavagem cerebral, no governo FHC, por um jornalismo “engajado”, “manipulador” e a “serviço de interesses que não os do povo."

Realmente, a técnica adotada visava deixar, na cabeça e na memória dos cidadãos, apenas fatos favoráveis, impedindo a sociedade de formar uma opinião correta sobre todo e qualquer problema[4]”.

Na atualidade temos debatido o que a DefesaNet chama de Guerra Híbrida contra o Brasil. Não, apenas, contra um governo eventual que ocupe o Palácio do Planaltoe, sim, uma guerra contra todo o Povo Brasileiro[5]e a Economia Nacional. Nossa nação tornou-se importante para os donos do grande capital do mundo.

Por outro lado, atividades e ações, de Guerra Híbrida, como nova Forma Violenta para a tomada do Poder no Brasil, estão sendo desencadeadas, considerando que a forma pacífica exauriu após a prisão do principal representante da esquerda.

Neste contexto, as Forças Armadas são a Instituição com maior credibilidade e reconhecimento pela sociedade, porém, a esquerda política não aceita que os militares tenham emergido do período revolucionário sem sofrerem perdas significativas, seja de liberdade, seja de prestígio, e, na atualidade, cada vez mais assumem uma posição de protagonismo nos assuntos de interesse nacional.  Esse inconformismo leva às notícias tendenciosas de parte da imprensa, visando minar o prestígio e a relevância dos militares frente à população brasileira.

Uma parcela da imprensa, constituída por atores irrelevantes do processo político, alinhada a interesses não confessáveis, traindo seu compromisso de informar ao cidadão brasileiro, vem fazendo uma campanha mediática, de cunho ideológico, explorando notícias de forma a ludibriar a mente da população. Os eventos sucedem-se e o Atraso e as Trevas lutam para sobreviver. “O atraso é inexorável em sua vingança e força de destruição[6]”.

Senão, veja-se:

- “O vazamento de parte da delação do empresário Joesley Batista para a imprensa não foi um acidente. Seguramente há, nos órgãos que têm acesso a esse tipo de documento, quem esteja interessado, sabe-se lá por quais razões, em gerar turbulência no governo exatamente no momento em que o presidente Michel Temer parecia ter arregimentado os votos suficientes para a difícil aprovação da reforma da Previdência[7]”.

- Vale Reler - Editorial DefesaNet - Coup d´Etat tem de dar certo! E a matéria” O GLOBO - Governo Temer acabou na noite de 17 de maio de 2017. 

- “Numa democracia, a declaração de Villas Bôas é um descalabro” por Tatiana Merlino - publicado 04/04/2018. Segundo Eloísa Machado, professora da FGV, ao se pronunciar sobre o julgamento de Lula, o comandante do Exército infringe regras das Forças Armadas[8]”.

“As palavras do general Villas Bôas deixam claro sua preocupação com o País, expressando ideias já abordadas em diversas outras ocasiões”, disse o Exército em nota enviada ao Jornal Estado de São Paulo[9].

- “Memorando da CIA mostra que Geisel soube e autorizou execuções de presos políticos, documento descreve reunião do ex – presidente com militares em março de 1974[10]”. Publicação alinhada a objetivos e interesses políticos e não a valores universais. O documento pode ser uma Apreciação de Inteligência que reflete somente a opinião do analista, e não uma verdade comprovada por mais de uma fonte.

- GSI - Reportagem de O Globo é Covarde e Inverídica[11]. "A respeito de matéria publicada na página do jornal O Globo, em 30 de maio, o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) afirma que: O Ministro-Chefe do GSI repudia, por covardes e inverídicas, as afirmações apresentadas no artigo.

 “Em claro movimento de "insiders" da área de inteligência os vazamentos acima para desestabilizar o Gen Ex Sérgio Westphalen Etchegoyen, Ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional. Nota de DefesaNet: Após a descoberta de que o Gen Ex Etchegoyen era um dos homens fortes do governo, no ano passado, ele passou a ser foco de ataques. Objetivo é tentar cegar o governo[12].
 
- “Ilusão Verde-Oliva.”[13] “A força das Forças Armadas é menor do que supõem alguns civis..... documentos da CIA que revelam o envolvimento direto do presidente-ditador Ernesto Geisel no assassinato de dezenas de brasileiros combatentes do regime militar..... de onde, o atual governo, se relacionam sem medo nem limites com os militares, dando a eles mais poderes do que seria aconselhável..... de modo muito rápido, o presidente Michel Temer deu fim a esse conceito ao nomear como interino e depois manter um militar no comando da pasta da Defesa, na condição de titular”.

É bom lembrar que governo americano afirmou que o Iraque tinha instalações e meios nucleares,e que para os americanos os interesses de Estado estão acima dos amigos e das verdades, e, ainda, que eles estudam e seguem ideias de “Clausewitz” quando montam suas estratégias. “Toda ação tem um objetivo político para o governo, “não há almoço grátis”.

- “Telegrama secreto liga ditadura à corrupção..... Foram três remessas, entre 2014 e 2015, para a Comissão da Verdade, que examinou abusos de direitos humanos durante a ditadura. Afirma que a corrupção corroera tanto a imagem dos militares entre a população, que era um fator decisivo para sua saída do poder”. "Entre muitos oficiais, dos mais baixos aos mais altos, há uma forte crença que os últimos 20 anos no poder corromperam os militares, especialmente o alto comando e que agora é hora de deixar a política e suas intempéries e voltar a ser soldado"[14]. É uma apreciação, um informe, uma informação? Do que se trata? Foi comprovado por outra fonte? 

Em países desenvolvidos e democráticos, Poder Judiciário, Forças Armadas, Forças de Segurança Pública são prestigiados e reconhecidos como meios essenciais para defesa da Pátria, a preservação das instituições e a manutenção da própria democracia. No Brasil, o oposto: elas têm sido negligenciadas, tratadas muitas vezes como estorvo e, com frequência, profanadas em atitudes e serviços prestados, na tentativa de incompatibilizá-las com a própria sociedade a que servem.

É importante ressalvar a importância de uma imprensa livre e democrática, que apresente à sociedade a verdadeira realidade dos fatos e acontecimentos, sem buscar a conquista das mentes e corações das pessoas e deixando que elas tirem suas próprias conclusões.
 
 


[1]  Carlos Alberto Pinto Silva / General de Exército da reserva / Ex-comandante do Comando Militar do Oeste, do Comando Militar do Sul, do Comando de Operações Terrestres, Membro da Academia de Defesa e do CEBRES.

[2]
  Sobrevivência econômica da empresa, interesses políticos de grupos, e interesses ideológicos visando à conquista da mente da população.

 

[4]
http://www.aloysiobiondi.com.br/spip.php?article937   -   O debate (torto) sobre abusos da imprensa Jornal Folha de São Paulo, quinta-feira 21 de agosto de 1997.

 
[5]   O agronegócio, o petróleo, as riquezas minerais, as reservas de água, e as reservas ambientais desafiam os interesses dos países mais desenvolvidos e poderosos do mundo.

[6] 
                                 http://www.defesanet.com.br/newsletter/noticia/29470/DN---PETROBRAS---Vence-o-Atraso-e-as-Corporações/ - DN - PETROBRAS - Vence o Atraso e as Corporações
[7]  A Hora da Responsabilidade-  https://opiniao.estadao.com.br/noticias/geral,a-hora-da-responsabilidade,70001794253 - O Estado de S.Paulo - 19 Maio 2017.

[13]
   Dora Kramer – Revista Veja -06/06/2018 - https://veja.abril.com.br/blog/dora-kramer/ilusao-verde-oliva/

VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Venezuela

Venezuela

Última atualização 19 SET, 18:00

MAIS LIDAS

Guerra Hibrida Brasil

6