COBERTURA ESPECIAL - Modernização FAB - Aviação

28 de Setembro, 2017 - 10:00 ( Brasília )

Parlamentares conhecem projetos estratégicos da FAB

Senador e deputados federais conhecem projetos prioritários para 2018

Ten Cristiane dos Santos


Nesta quarta-feira (27/09), o Alto-Comando da Aeronáutica recebeu o Senador Dário Berger (PMDB/SC), Presidente da Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO), o Deputado Federal Cacá Leão (PP/BA), Relator Geral do Orçamento 2018 e o Deputado Federal Edio Lopes (PR/RR), Relator Setorial de Orçamento da Área de Defesa e Justiça 2018.

O encontro ocorreu na sede do Comando da Aeronáutica, em Brasília, e objetivou discutir as questões orçamentárias dos projetos estratégicos da Força Aérea Brasileira (FAB) para o próximo ano.

O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, recepcionou os parlamentares e ressaltou a importância da comunicação entre as instituições no sentido de esclarecer a relevância dos projetos para o cumprimento da missão constitucional da FAB.

O Major-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, Vice-Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica (EMAER), realizou um briefing de apresentação dos principais projetos da FAB, destacando o controle, a defesa do espaço aéreo e territorial e as missões de integração.

“Nós temos que estar capacitados para defender o País de ameaça externa. Esta é a nossa missão constitucional. Talvez o que mais represente isto seja o nosso projeto estratégico do Gripen”, ressaltou. Segundo o Oficial-General, a frota de aviões da FAB está envelhecida e o Gripen faz parte do processo de renovação.



“Com ele, objetivamos substituir as nossas aeronaves de defesa aérea. Este é um processo que a gente precisa dar prioridade. Nossa frota tem 26 anos e meio”, afirmou.

O Oficial-General lembrou, ainda, que o avião é uma grande ferramenta de apoio a toda a estrutura governamental. “Oferecemos apoio no transporte de órgãos, apoio na seca, nas enchentes, na repatriação de brasileiros", exemplificou.

"Somos ferramentas de apoio a outros órgãos governamentais e isto é feito com os recursos que aplicamos em nossas frotas”, ressalta.

O Major-Brigadeiro do Ar Baptista Junior também apresentou o projeto da aeronave KC-390. Segundo ele, é um projeto 100% nacional, que gera emprego e recursos para o País.

De acordo com o Oficial-General, o engessamento do aspecto orçamentário nacional tem sido um desafio para a FAB. “Temos feito um esforço bem grande para reduzir o custeio da Força Aérea, priorizando o investimento na modernização. Estamos reduzindo o que é possível, buscando outras fontes”, garante.

O Major-Brigadeiro ainda citou o projeto de reestruturação da FAB. “Estamos num programa de reestruturação da Força Aérea nos últimos três anos, tentando reduzir o custeio da FAB para poder aplicar em outras áreas.

É difícil reduzir recursos em certas áreas, mas temos feito. Apesar do desafio, nós acreditamos que este esforço valerá a pena para fazer acontecer os nossos projetos estratégicos”, concluiu.


Fotos: Sargento Bruno Batista/ CECOMSAER

VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Guarani

Guarani

Última atualização 17 OUT, 11:00

MAIS LIDAS

Modernização FAB

2