COBERTURA ESPECIAL - Embraer - Aviação

21 de Outubro, 2019 - 16:20 ( Brasília )

EMBRAER: US 1,4 Bi jatos Executivos Praetor e Phenom 300

Embraer fecha negócio de US$1,4 bilhão com a Flexjet, primeiro cliente frotista dos jatos executivos Praetor


 

Nota DefesaNet

A Divisão de Jatos Executivos permanecerá na EMBRAER. Portanto esta negociação capitaliza a EMBRAER.

O Editor



 
Las Vegas, Estados Unidos, 21 de outubro de 2019 – A EMBRAER anunciou hoje um acordo de compra com a empresa norte-americana Flexjet, uma das líderes globais no mercado de transporte via jatos particulares. O negócio inclui uma frota de jatos executivos da EMBRAER, como os jatos Praetor, recentemente homologados, e o Phenom 300. O anúncio ocorreu durante uma coletiva de imprensa na edição 2019 da NBAA-BACE (National Business Aviation Association’s Business Aviation Conference and Exhibition), convenção e exposição da aviação executiva sendo realizada até 24 de outubro, em Las Vegas, no estado de Nevada, nos EUA.
 
Com valor total de até US$1,4 bilhão, conforme os preços de lista atuais, o acordo foi incluído na carteira de pedidos (backlog) da Embraer do segundo trimestre de 2019. Com esse acordo, a Flexjet se torna o primeiro cliente frotista dos jatos Praetor.
 
“Somos muito gratos pelo compromisso renovado da Flexjet com a EMBRAER por meio desse acordo, que reflete o crescimento e a força da nossa parceria ao longo dos últimos 16 anos e simboliza nosso apoio à Flexjet na nossa jornada adiante”, disse Michael Amalfitano, Presidente e CEO da Embraer Aviação Executiva. “Clientes da Flexjet irão apreciar e se beneficiar de uma experiência elevada em aeronaves que lideram o mercado, incluindo os jatos Praetor, recém-certificados, que são projetos diferenciados e disruptivos.”
 
A parceria entre a Embraer e a Flexjet teve início em 2003, quando a Flight Options, empresa que passou a fazer parte do grupo Flexjet em 2015, se tornou a primeira empresa de propriedade compartilhada a introduzir o jato Legacy Executive na sua frota. Oferecendo aos seus clientes uma experiência de voo em cabine grande a um preço da categoria abaixo permitiu que a Flight Options atendesse mais clientes ainda melhor, viabilizando o crescimento da empresa por meio de aeronaves com projeto de alta utilização da Embraer, que permitem alta disponibilidade operacional da frota.
 
“Temos orgulho em introduzir os jatos Praetor no mercado de propriedade compartilhada e oferecer aeronaves tecnologicamente avançadas das categorias supermédio e médio aos nossos clientes”, disse Michael Silvestro, CEO da Flexjet. “Esse acordo representa a confiança de longa data que temos na EMBRAER e no seu compromisso fortalecido de assegurar suporte ao crescimento dos nossos programas e da nossa parceria por meio de jatos executivos que lideram a o mercado.”
 
A Flight Options introduziu o Phenom 300 na sua frota em 2010 e recebeu o 100o Phenom 300 em 2012, o ano em que o jato se tornou o jato executivo da categoria leve mais vendido. Pelo sétimo ano consecutivo, o Phenom 300 tem sido o jato executivo leve mais entregue, de acordo com a Associação de Fabricantes da Aviação Geral (GAMA, do inglês “General Aviation Manufacturers Association”). Também de acordo com dados da GAMA, o Phenom 300 foi o único jato executivo a alcançar a marca de 500 entregas na última década.
 
A Flexjet se tornou o primeiro provedor de propriedade compartilhada a oferecer o Legacy 500, em setembro de 2015. A Flexjet também foi o cliente que recebeu o 1.000o jato executivo da Embraer, um Legacy 500, em abril de 2016. O Legacy 450 se juntou ao Legacy 500 na frota Red Label, programa para clientes diferenciados da Flexjet, e ambos os jatos foram os primeiros da frota da Flexjet com a tecnologia fly-by-wire da Embraer, oferecendo desempenho e capacidade de aeronaves maiores com custos de jatos médios.
 
Sobre os Jatos Praetor
 
O Praetor 500 e o Praetor 600, ambos tendo sido homologados pela ANAC, EASA e FAA menos de um ano depois de terem sido anunciados na NBAA-BACE 2018, são jatos executivos tecnologicamente mais avançados de suas categorias. O Praetor 500 ultrapassou as metas de certificação, obtendo um alcance intercontinental de 3.340 milhas náuticas (6.186 km) com quatro passageiros e reservas NBAA IFR.

O Praetor 500 é o jato médio mais veloz e de maior alcance, capaz de voos sem paradas entro o extremo sudeste e extremo noroeste da América do Norte a exemplo de Miami a Seattle ou de Los Angeles a Nova York. O Praetor 600 é jato super-médio de maior alcance do mundo, capaz de voos sem paradas entre Paris e Nova York ou de São Paulo a Miami. Com quatro passageiros a bordo e reservas NBAA IFR, o Praetor 600 tem alcance intercontinental de 4.018 milhas náuticas (7.441 km).
 
O design de interior Embraer DNA eloquentemente explora cada dimensão da cabine de passageiros dos jatos Praetor, que tem altura de 1,83m, piso plano, granito e manutenção do lavabo a vácuo, na mesma aeronave. Os recursos exclusivos da Embraer nas categorias dos Praetors, como a tecnologia de redução de turbulência e a mais baixa altitude de cabine com 5.800 pés (1.768 m), numa cabine muito silenciosa, têm elevado os padrões de experiência do cliente em ambas as categorias de jatos médios e super-médios. O maior compartimento de bagagem nas duas categorias dos Praetor é complementado por um generoso armário dentro de um lavabo privativo completo ao fundo da cabine.
 
Tecnologia avançada na cabine de passageiros é outro elemento do design Embraer DNA, a começar pela exclusividade da Embraer na indústria denominado Upper Tech Panel, um painel que exibe informação de voo e oferece controle da cabine, também disponível em celulares e dispositivos portáteis por meio da tecnologia Honeywell Ovation Select. Conectividade para todos a bordo é disponibilizado via banda KA da Viasat, com taxa de conexão de até 16Mbps e capacidade para streaming de vídeo, outra exclusividade em jatos médios.
 


Michael Amalfitano (à esquerda), Presidente e CEO da Embraer Aviação Executiva, e Michael Silvestro, CEO da Flexjet, comemoram acordo de US$ 1,4 bilhão.
 
 
Sobre a Flexjet
 
A Flexjet ingressou no mercado de propriedade compartilhada em 1995. A Flexjet oferece leasing e propriedade compartilhada de jatos. O programa de aeronaves compartilhadas é o primeiro do mundo a ser reconhecido por ter alcançado o Padrão de Auditoria da Indústria (do inglês, Industry Audit Standard) pela Fundação de Segurança de Fretamento Aéreo (do inglês, Air Charter Safety Foundation). A Flexjet é a primeira e única empresa a ser honrada com 20 Prêmios Diamante de Excelência (do inglês, Diamond Awards for Excellence) pela agência regulatória de aviação dos EUA (FAA, do inglês, Federal Aviation Administration) e mantém o padrão de segurança (do inglês, Platinum Safety Rating) da ARG/US, entidade norte-americana privativa de auditoria de segurança da aviação geral, além de preservar o nível 2 de aferimento de segurança pela IS-BAO, entidade internacional de segurança da aviação executiva.

O programa de propriedade compartilhada da Flexjet dispõe de uma seleção exclusiva de aeronaves executivas—algumas das mais novas na indústria de compartilhamento, com idade média de aproximadamente seis anos. Em 2015, a Flexjet criou Red Label by Flexjet, programa que oferece a frota mais nova da indústria com tripulação dedicada à uma só aeronave e a coleção de design de interior LXi Cabin Collection. Constam hoje mais de 30 designs de interior na frota, que inclui o Challenger 350, Legacy 450, Global Express, Gulfstream G450, G500 e G650, e o Aerion AS2, jato executivo supersônico. A Flexjet é membra da família de empresas Directional Aviation. Para maiores informações sobre programas inovadores e soluções flexíveis, visite https://www.flexjet.com ou siga-nos no Twitter @Flexjet ou Instagram @FlexjetLLC.


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Crise

Crise

Última atualização 19 NOV, 12:15

MAIS LIDAS

Embraer