COBERTURA ESPECIAL - Embraer - Aviação

12 de Dezembro, 2017 - 16:10 ( Brasília )

ATECH inaugura Lab.Tech, um laboratório de simulação e treinamento, em São José dos Campos



Júlio Ottoboni

 

A ATECH, empresa do grupo EMBRAER, criou o primeiro centro de simulação e treinamento de voo na nova fase do parque tecnológico de São José dos Campos. Nesta terça-feira (12DEZ2017), ocorreu a inauguração do Lab.Tech – Laboratório de Simulação, Ensaios e Treinamento, voltado para treinamento de pilotos de avião, tanto civis quanto militares. O novo centro atenderá boa parte da demanda do Comando da Aeronáutica. No evento foi apresentado os simuladores para treinamento de pilotos PLATAO e SAGITARIO, que conseguem colocar virtualmente o piloto em diversas condições de voo, pouso e decolagem.

Para o diretor da ATECH, Delfim Miyamaru, os simuladores garantem ao treinamento situações inusitadas em diversos cenários e graus de dificuldades. “O PLATAO pode simular a questão dos extremos climáticos em várias condições”, observou.

Com o Lab.Tech, a empresa passa a contar também com um ambiente dedicado e específico para a realização das calibrações do módulo AMAN (Arrival Management) do  sagitário, sigla que significa Sistema Avançado de Gerenciamento de Informações e Tráfego Aéreo e Relatórios de Interesse Operacional. Esse modelo foi desenvolvido e implantado pela ATECH no Brasil para operação e controle do tráfego aéreo. Atualmente ele opera em 15 centros de controle de voo do país.

O Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) está em fase de expansão e aprimoramento de seu centro de meteorologia e os extremos climáticos, produzidos pelo aquecimento global, são considerados dentro destas novas plataformas de previsão e alertas às aeronaves e aeroportos.

“O caso que nós tivemos do vulcão no Chile é um exemplo disto, a integração de informação foi repassada e utilizava por toda América Latina pelos nossos alertas antecipados.”, observou o brigadeiro e vice diretor do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) Fernando César Pereira Santos. O DCTA funciona também em São José dos Campos.  

O Lab.Tech conta ainda com o Sistema  Plataforma Avançada de Treinamento e Atualização Operacional (PLATAO), um sistema de simulação de controle do espaço aéreo, desenvolvido e concluído pela Atech em 2016, em parceria com a  Força Aérea Brasileira (FAB), para capacitar e reciclar os conhecimentos e habilidades dos controladores de tráfego aéreo.

O PLATAO é uma plataforma moderna e robusta, que permite a geração de cenários complexos, tais como comunicação por enlace de dados entre controlador e piloto e o rastreamento de aeronaves com novas tecnologias.

“O que a ATECH nos dá em nível de soberania é imenso “, observou o brigadeiro do DCTA, lembrando do sistema do SIVAM, instalado na Amazônia, e dos sistemas usados atualmente no controle do espaço aéreo brasileiro. Estiveram também presentes  representantes do PAME (Parque de Material de Eletrônica da Aeronáutica do Rio de Janeiro), do CISCEA (Comissão de Implantação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo) e ICEA (Instituto de Controle do Espaço Aéreo).

O AMAN (Arrival Management) é uma ferramenta que utiliza informações de posição das aeronaves derivadas dos sistemas de vigilância ATS, das cartas de navegação aérea e dos planos de voo, a fim de estabelecer a sequência lógica de aproximação das aeronaves para um determinado aeroporto.

Essa ferramenta já está sendo utilizada pelo Controle de Aproximação de Curitiba, Brasília e Belo Horizonte como ferramenta para auxílio à tomada de decisão no sequenciamento do trafego aéreo que se destina e está prevista a sua instalação nos Controles de Aproximação do Rio de Janeiro e São Paulo, em 2018.

A ocorrência de eventos técnicos e operacionais, como por exemplo mudanças nos procedimentos de navegação em área, podem exigir calibrações das funcionalidades do módulo AMAN.

Isso acontece quando uma nova norma de tráfego aéreo é definida pelos órgãos governamentais, como foi o caso de recente reestruturação da circulação aérea na região sul do país, em vigor desde outubro de 2017, com a implantação da Navegação Baseada em Performance (PBN), propondo melhorias para o usuário do espaço aéreo, tais como o encurtamento das trajetórias, reduzindo o tempo de translado das aeronaves, um menor consumo de combustível e a otimização dos gastos relativos aos voos.

Essa plataforma exclusiva permitirá a realização dos ajustes no Módulo AMAN, testes de calibração e a geração de voos simulados com a participação dos controladores de trafego aéreo dos centros de controle, para assegurar a correta operacionalidade desse módulo, mantendo a performance dentro dos padrões operacionais adotados pelos centros de controle.




O diretor da ATECH, Delfim Miyamaru, e o brigadeiro e vice-diretor do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) Fernando César Pereira Santos


 

Membros da ATECH e representantes da FAB.


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


PROSUB S40

PROSUB S40

Última atualização 14 DEZ, 12:45

MAIS LIDAS

Embraer