COBERTURA ESPECIAL - Ecos - Guerras, Conflitos, Ações

15 de Agosto, 2017 - 20:21 ( Brasília )

IV Olimpíada História Militar e Aeronáutica - AMAN Vence


 


Colaboração Prof Hermelindo Lopes Filho

 

Nos dias 9 e 10 de agosto de 2017, a Academia da Força Aérea promoveu a quarta edição da Olimpíada de História Militar e Aeronáutica, a sempre vibrante competição de conhecimentos que procura, por meio do lúdico, despertar talentos e estimular o estudo da História Militar entre os cadetes da Aeronáutica.

Desde 2016, a olimpíada passou a incluir a participação dos aspirantes da Escola Naval e dos cadetes da Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN).

A palestra de abertura foi proferida pelo coronel R1 Fernando Velôzo Gomes Pedrosa, da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército, que apresentou o tema “ Eficácia Militar: uma abordagem histórica”. Os futuros oficiais formaram equipes de quatro integrantes para enfrentar as difíceis provas intelectuais que envolvem conhecimentos da história das guerras da Antiguidade até a Idade Contemporânea.

Para esta competição, foram formadas 10 equipes, que envolveram 40 estudantes das três escolas militares. Surpreendentemente, a fase final acabou por ser disputada por uma equipe de cada escola.

A novidade no resultado deste ano ficou por conta da AMAN, que conquistou a primeira colocação com a equipe Duque de Caxias. O segundo lugar coube à equipe Alte. Saldanha da Gama, da Escola Naval.

A medalha de bronze ficou com a equipe Brigadeiro Rui Moreira Lima, formada por cadetes da AFA. Assim como no ano passado, as provas foram disputadíssimas e o resultado final só foi decidido na última bateria de questões, quando a equipe da Marinha quase abocanhou a medalha de ouro se não tivesse errado sua última questão.




Equipe da AMAN vencedora da IV Olimpíada



 

Equipe da Escola Naval segunda colocada


 

Equipe da AFA terceira colocada


VEJA MAIS