COBERTURA ESPECIAL - DQBRN - Naval

17 de Janeiro, 2019 - 10:35 ( Brasília )

Marinha do Brasil recebe grau máximo no Teste da Organização para Proibição de Armas Químicas


A Marinha do Brasil (MB) participou do 7º Teste de Competência em Análises de Compostos Químicos da Organização para Proibição de Armas Químicas (OPAQ), conquistando, no dia 8 de janeiro, pela primeira vez, o grau “Very Good”, o mais alto nesta modalidade de teste.

A participação no Programa de Testes da OPAQ tem contribuído para o desenvolvimento e liderança da MB na área de Defesa Nuclear, Biológica, Química e Radiológica (NBQR), em âmbito nacional.

E também na busca da designação do Laboratório Fixo de Análises Químicas como referência em análises de compostos químicos de guerra, gerando um reconhecimento internacional da Força no que diz respeito ao tema.

A conquista, fruto do trabalho de militares e servidores civis das áreas de Defesa Química e Biológica, atesta que todas as substâncias das seis amostras foram corretamente identificadas por pelo menos duas técnicas analíticas, e que todos os requisitos de apresentação dos resultados foram cumpridos.

O Teste de Competência em Análises de Compostos Químicos destina-se a ser um Programa de Treinamento e Testes para os Laboratórios dos Estados Partes da Convenção para a Proibição de Armas Químicas (CPAQ), sendo uma ferramenta eficaz para avaliar o desempenho do laboratório e promover conhecimento e expertise nas técnicas analíticas.


VEJA MAIS