COBERTURA ESPECIAL - Dossiê EMBRAER - Aviação

04 de Outubro, 2019 - 10:10 ( Brasília )

Dossie Embraer - Parceria estratégica Embraer-Boeing avança

Embraer estima que a consumação da Operação ocorra no início de 2020.


SÃO PAULO & CHICAGO, 3 de outubro de 2019 – A Embraer e a Boeing  continuam trabalhando em conjunto para estabelecer sua parceria estratégica, posicionando ambas as companhias para agregar maior valor às companhias aéreas e seus clientes e acelerar o crescimento nos mercados aeroespaciais globais.

Desde a aprovação da parceria pelos acionistas da Embraer, em fevereiro deste ano, as companhias têm trabalhado em um planejamento diligente para a criação de uma joint venture composta pelas operações de aeronaves comerciais e serviços relacionados a este segmento da Embraer. A Boeing deterá 80% da nova empresa, denominada Boeing Brasil – Commercial, enquanto a Embraer terá os 20% restantes.

A transação permanece sujeita a aprovações regulatórias. As duas empresas estão atuando ativamente junto às autoridades em jurisdições relevantes e já obtiveram várias aprovações regulatórias. Após uma avaliação detalhada da Comissão Federal de Comércio dos Estados Unidos, a parceria estratégica das companhias recebeu autorização para ser concluída nos Estados Unidos.

A Comissão Europeia indicou recentemente que iniciará uma segunda fase de análises da transação, e a Embraer e a Boeing continuarão contribuindo com esse processo de revisão. Diante disso, as empresas esperam que a transação seja concluída no início de 2020.

A Embraer e a Boeing também se preparam para criar uma joint venture para promover e desenvolver mercados para o avião de transporte multimissão KC-390. Sob os termos da parceria proposta, a Embraer terá uma participação de 51% na joint venture, enquanto a Boeing ficará com os 49% restantes. A Embraer celebrou recentemente duas conquistas importantes do programa KC-390: a primeira aeronave foi entregue à Força Aérea Brasileira, e a primeira compra internacional do avião foi anunciada por Portugal.

A ampla parceria estratégica entre Embraer e Boeing, representada por essas duas joint ventures, posicionará as empresas para competir no mercado global, oferecer maior valor aos clientes e impulsionar a indústria aeroespacial brasileira como um todo.


 

FATO RELEVANTE
Nota Distribuída ao mercado Financeiro e Acionistas


Conforme divulgado anteriormente, a Embraer S.A. (“Companhia” ou “Embraer”) e The Boeing Company (“Boeing”) celebraram, em 24 de janeiro de 2019, determinados contratos com relação à parceria estratégica entre as duas companhias (“Operação”), tendo os acionistas da Embraer aprovado a Operação em 26 de fevereiro de 2019. A Companhia vem, por meio deste fato relevante, atualizar o mercado a respeito da estimativa de conclusão da Operação. 
 
As partes continuam a trabalhar de forma diligente e cooperativa para consumar a Operação no menor prazo possível. Nesse sentido, a Embraer implementará a segregação interna do negócio de aviação comercial da Companhia a partir do final deste exercício social e atualmente estima que a consumação da Operação ocorra no início de 2020.
 
As partes já obtiveram as autorizações aplicáveis das autoridades concorrenciais em algumas jurisdições e a consumação da Operação continua sujeita:
(i) à aprovação por autoridades concorrenciais em outras jurisdições aplicáveis; e
(ii) à satisfação de outras condições usuais em operações desta natureza.

Até que tais aprovações sejam obtidas e as demais condições sejam satisfeitas, não há garantias quanto à consumação da Operação ou ao prazo para sua conclusão.
 
A Companhia manterá seus acionistas e o mercado em geral informados sobre novas informações relevantes a respeito da Operação.  
 
São José dos Campos, 3 de outubro de 2019.

VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


BRICS

BRICS

Última atualização 12 NOV, 13:40

MAIS LIDAS

Dossiê EMBRAER