COBERTURA ESPECIAL - Dossiê EMBRAER - Aviação

20 de Março, 2019 - 10:20 ( Brasília )

EMBRAER - BOEING - Marc Allen Presidente da Boeing-Embraer e John Slattery CEO Aviação Comercial

Boeing Nomeia Três Líderes Para Acelerar Parcerias e Competências Globais Estratégicas. Marc Allen Presidente da Boeing-Embraer e John Slattery presidente e CEO da joint venture da aviação comercial




CHICAGO, 20 de março de 2019 — A Boeing anunciou hoje três novos líderes como parte de sua estratégia para fortalecer ainda mais a presença global da empresa e suas parcerias:
 

- Marc Allen foi nomeado vice-presidente sênior da Boeing e presidente da Parceria com a Embraer e das Operações do Grupo
- Sir Michael Arthur foi nomeado presidente da Boeing Internacional
- John Slattery foi indicado presidente e CEO da joint venture da aviação comercial e serviços relacionados da Boeing e Embraer

 



 
B. Marc Allen, 45 anos, irá se reportar ao presidente, chairman e CEO da Boeing Dennis Muilenburg e será o executivo responsável por preparar a integração de múltiplas operações do grupo Embraer com a Boeing. Após o fechamento da transação, Allen será responsável pelo desempenho financeiro e pelo crescimento da parceria com a Embraer. Ele continuará integrando o conselho executivo da Boeing e assume as novas funções a partir do dia 22 de abril.

A Boeing e a Embraer anunciaram em dezembro de 2018 a aprovação dos termos de duas joint ventures-uma parceria na área comercial e uma focada no KC-390. Em janeiro de 2019, o governo brasileiro aprovou a transação. Em seguida, o conselho de administração da Embraer ratificou seu apoio ao acordo. Em fevereiro, os acionistas da Embraer aprovaram o negócio.

A Boeing terá participação de 80% na nova empresa de aviação comercial e serviços associados e a Embraer, os 20% restantes. Após a finalização do negócio, Allen será o presidente do conselho da nova empresa de aviação comercial. Já na joint venture do KC-390, a Embraer terá 51% de participação e a Boeing, os 49% restantes. Allen será o principal representante da Boeing no conselho da joint venture do KC-390.
 
A conclusão do negócio entre as empresas está sujeita a aprovações junto a autoridades reguladoras e a outras condições pertinentes à conclusão de uma transação deste tipo, marcos que a Boeing e a Embraer esperam alcançar até o final de 2019.

“A experiência global de Marc e os relacionamentos que construiu, além do profundo conhecimento de nossa indústria e seu entusiasmo em relação às pessoas, são habilidades únicas que o qualificam para estar à frente da integração destas duas empresas icônicas”, disse Muilenburg.

Allen, que chegou à Boeing em 2007, foi presidente da Boeing Internacional nos últimos quatro anos, liderando a estratégia de crescimento global da empresa, bem como as atividades corporativas no exterior. Ocupou vários cargos de liderança, incluindo presidente da Boeing Capital Corporation, presidente da Boeing China, vice-presidente jurídico global e conselheiro jurídico da Boeing Internacional. Antes da Boeing, Allen integrou a equipe de bancas de advocacia de Washington, DC, nos Estados Unidos e atuou como assistente do ex-ministro do Supremo Tribunal Federal dos EUA, Anthony Kennedy.



 


Sir Michael Arthur, 68 anos, é atualmente presidente da Boeing Europa e diretor-geral da Boeing no Reino Unido e Irlanda. Ele sucederá a Marc Allen como presidente da Boeing Internacional a partir do dia 22 de abril.

Como presidente da Boeing Internacional, Sir Arthur passará a integrar o conselho executivo da Boeing. Ele será o primeiro cidadão não-americano a fazer parte do grupo e se reportará a Muilenburg. Arthur conduzirá a estratégia global da empresa e as operações corporativas fora dos EUA, supervisionando 18 escritórios regionais em mercados globais estratégicos. Arthur trabalhará nos escritórios de Londres, na Grã Bretanha, e em Arlington, nos EUA.

“Sir Michael Arthur é um líder em questões internacionais e tem sido fundamental para ajudar a Boeing a ser uma empresa ainda mais global nos últimos anos”, disse Muilenburg. “Sua chegada ao nosso mais alto escalão acelerará nosso avanço rumo ao objetivo de nos tornarmos não só uma empresa líder no setor aeroespacial, mas um líder global da indústria. Iremos nos valer da visão e dos relacionamentos criados por Sir Michael ao longo das últimas décadas”, completou Muilenburg.

Antes de se juntar à Boeing em 2014, Arthur, que é cidadão britânico, passou três décadas como representante do Serviço Diplomático Britânico, incluindo os cargos de embaixador na Alemanha e alto comissário britânico na Índia.


 



John Slattery, 50 anos, atual presidente e CEO da Embraer Aviação Comercial e vice-presidente executivo da Embraer S.A., foi indicado presidente e CEO da joint venture entre Boeing e Embraer para aviação comercial e serviços associados. A indicação ainda está sujeita à nomeação formal pelo conselho de administração da joint venture, o que deve ocorrer após a conclusão da transação. Uma vez aprovada a nomeação, Slattery se reportará a Marc Allen, que será o presidente do conselho de administração da nova empresa. Slattery ficará baseado em São José dos Campos.

“Essa joint venture será uma das parcerias mais significantes na indústria de aviação comercial e o John é a pessoa certa para liderá-la”, disse Greg Smith, vice-presidente executivo Financeiro e vice-presidente de Estratégia e Desempenho Empresarial da Boeing. “Ele traz para a sua função, um foco muito grande no cliente, conhecimento profundo do negócio e o reconhecimento de seus pares da indústria, além de uma paixão pela inovação e uma visão de futuro para a indústria de aviação comercial no Brasil”, complementa Smith.

John Slattery chegou à Embraer em 2011 como vice-presidente sênior responsável pelo financiamento de vendas e gestão de ativos. Foi nomeado presidente e CEO da Embraer Aviação Comercial e vice-presidente executivo da Embraer S.A. em 2016. Antes da Embraer, ele trabalhou por 15 anos em posições executivas no mercado de aviação comercial, atuando em empresas de leasing e em instituições financeiras.

A Boeing é a maior empresa aeroespacial do mundo e líder na fabricação de aviões comerciais, sistemas de defesa, espaço e segurança, e fornecedora de serviços de suporte pós-venda. É a maior exportadora de produtos manufaturados dos Estados Unidos e oferece suporte para clientes-companhias aéreas e governos aliados- em mais de 150 países. Os produtos e os serviços sob medida da Boeing incluem aeronaves comerciais e militares, satélites, armamentos, sistemas eletrônicos e de defesa, sistemas de lançamento, sistemas avançados de informação e comunicação, logística e treinamento.

Matéria Relacionada

 

Embraer inicia processo de sucessão de presidente

Matéria divulgada pela Embraer em 19 Março 2019.
Paulo Cesar de Souza e Silva conclui mandato no final de abril e irá apoiar o processo de transição da empresa como Senior Advisor do Conselho de Administração


 


VEJA MAIS