11 de Fevereiro, 2019 - 09:45 ( Brasília )

Defesa

Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas tem novo chefe de gabinete


Júlia Campos

O major-brigadeiro do Ar Maurício Augusto de Medeiros assumiu a chefia de gabinete do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA), na manhã da quinta-feira (7). Ele assume o em substituição ao vice-almirante Flávio Macedo Brasil, que exerceu o cargo durante 10 meses.

A cerimônia contou com a presença do chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas e do seu antecessor, brigadeiro Raul Botelho e almirante Ademir Sobrinho, respectivamente.

O evento também foi prestigiado pelo chefe de Logística e Mobilização, general Laerte Santos, pelo chefe de Assuntos Estratégicos, almirante Cláudio Portugal de Viveiros, pelo chefe de Operações Conjuntas, brigadeiro Carlos Baptista Junior, e pelo secretário de Orçamento e Organização Institucional, Franselmo Araújo Costa, entre outros militares e civis.

Na inauguração da foto na galeria de chefes de gabinete, o brigadeiro Medeiros destacou os principais feitos da carreira militar do almirante Brasil, que destacou como “admirado e querido por todos do Ministério da Defesa, esse momento, além de eternizar sua passagem aqui, vai estar dando a oportunidade das pessoas que entrarem nessa sala sentirem saudade, respeito e admiração”, enfatizou. Na ocasião, os dois assinaram o termo de transmissão de cargo.

Logo após, durante a cerimônia para a passagem de comando, o almirante Brasil enfatizou que as palavras de despedida são de reconhecimento e agradecimento. “Este curto, porém, intenso período no EMCFA se configurou um grande privilégio e uma fantástica oportunidade que a vida me apresentou. Volto a proteger nossas riquezas e cuidar de nossa gente, confiando, ainda mais, no ‘Braço forte, mão amiga’ e, nas ‘Asas que defendem o país’, além de continuar atuando em prol da necessidade de aumentarmos a interoperabilidade”, apontou. Ao brigadeiro Medeiros, desejou muitas realizações e sucesso constante.

Para o chefe do EMCFA, brigadeiro Botelho, a habilidade em harmonizar conflitos marcou a gestão do almirante Brasil com “o assessoramento preciso e a capacidade gerencial”. Ao brigadeiro Medeiros, desejou realizações plenas e disse que a jornada “será um bom combate”.