05 de Abril, 2018 - 11:35 ( Brasília )

Defesa

Ministros do Brasil e de Luxemburgo discutem parcerias estratégicas em defesa


Adriana Fortes

O ministro da Defesa interino, general Silva e Luna, reuniu-se na manhã desta quarta-feira (4), com o vice-primeiro-ministro e ministro da Defesa, da Segurança Interna e da Economia de Luxemburgo, Étienne Schneider, para discutir parcerias estratégicas em defesa.

Entre os assuntos discutidos durante o encontro, realizado na sede do Ministério da Defesa, destacou-se a possibilidade de colaboração na área espacial, notadamente no que diz respeito aos satélites.

O ministro brasileiro falou sobre a importância do encontro e ressaltou potenciais parcerias: “queremos estreitar laços na área de defesa com o governo de Luxemburgo, particularmente nesta área em que eles estão entre os líderes mundiais, que é o gerenciamento de satélites. Dessa forma, discutimos a possibilidade de utilização do Centro de Lançamento de Alcântara”, disse o ministro.

Durante a reunião, o ministro luxemburguês reforçou o interesse do governo de seu país na concretização de parcerias bilaterais na área de defesa e a formulação de um acordo para o uso do Centro e uma futura cooperação na área espacial.

O brigadeiro Jorge Vagner Vital, vice-presidente da Comissão de Coordenação de Implantação de Sistemas Espaciais (Ccise), do Comando da Força Aérea Brasileira, abordou o momento atual do programa espacial brasileiro: “Estamos finalizando as atribuições de cada agente estatal e a divisão de responsabilidade de cada um de setores”, concluiu.

Integrante da delegação visitante, Daniel da Cruz, diretor do Gabinete de Promoção do Comércio Externo e Investimento, do Ministério da Economia de Luxemburgo, também defendeu o fortalecimento da relação bilateral: “Acredito que o Brasil tem muitas potencialidades, por isso estamos aqui, queremos diversificar as áreas de cooperação entre os dois países”.

O embaixador de Luxemburgo no Brasil, Carlo Krieger, também participou do encontro e destacou a reputação brasileira em operação de missões de paz: “o Brasil desempenhou um papel muito positivo no Haiti e continua atuante no Líbano. Valorizamos muito o que o Brasil tem feito nesta área e gostaríamos de cooperar, colocando à disposição nossos satélites com capacidades militares para uma atuação conjunta no futuro”, afirmou ele.

As relações Brasil e Luxemburgo

As relações diplomáticas entre Brasil e Luxemburgo foram estabelecidas em 1911. A parceria com Luxemburgo é significativa para o Brasil – tanto por seu papel de relevo na articulação de posições no âmbito da União Europeia como pela presença de importante comunidade lusófona (cerca de 16% da população luxemburguesa é de origem portuguesa).

Fotos: Tereza Sobreira/MD

 



ÚLTIMAS

Defesa

MAIS LIDAS