COBERTURA ESPECIAL - Crise Militar - Terrestre

23 de Julho, 2017 - 23:50 ( Brasília )

GenEx Villas Boas - Mensagem Reserva pró-Ativa



Brasília, DF, 21 de julho de 2017

Caros amigos da Reserva pró-Ativa,

No dia 17 de julho, participei de uma videoconferência, que contou com a presença de todos os Oficiais Generais integrantes do Alto Comando do Exército. Na oportunidade, tratamos do panorama orçamentário 2017-2018. Em razão da falta de expectativa de descontingenciamento de recursos para o ano em curso, em função da baixa arrecadação do Governo Federal, estamos realizando articulações contínuas, com o objetivo de garantir os valores financeiros necessários ao funcionamento da Força.

Em nossa análise, a séria crise econômica que assola o País perdurará ao longo do próximo ano. Portanto, teremos que ajustar os planejamentos relativos ao ano de 2018 à realidade orçamentária projetada. Todos os estudos apontam que o ano vindouro será de graves restrições orçamentárias.

Aproveito este espaço para fazer considerações a respeito do emprego de militares do EB em atividades de segurança pública, amparados por decretos presidenciais de garantia da lei e da ordem. Já me posicionei publicamente, afirmando que não é adequado esse tipo de emprego para as forças de segurança.

Entre 2010 e 2017, participamos de 29 ações de garantia da lei e da ordem. Tenho abordado essa questão, afirmando que o emprego do EB não pode ser banalizado e que o seu emprego deve ser considerado em um quadro de excepcionalidade, com medidas adequadas que garantam a liberdade de ação e a segurança jurídica da tropa.

Por fim, reforço que os senhores são a razão de ser do nosso Programa Reserva pró-Ativa. Para que possamos interagir cada vez mais, peço que enviem perguntas para este e-mail ou para a caixa de sugestões. Algumas delas serão esclarecidas no Programa “O Comandante Responde”, presente no espaço Reserva pró-Ativa da página do Exército (www.eb.mil.br).

Um forte abraço Verde-Oliva!

Gen Ex Villas Bôas
Comandante do Exército

____________________


Nota DefesaNet

No dia 12 de Julho 2017, o  Comandante do Exército postou na sua conta do Tweeter a seguinte nota: