COBERTURA ESPECIAL - Fuzileiros Navais - Naval

07 de Novembro, 2019 - 09:55 ( Brasília )

Força de Fuzileiros da Esquadra envia militares para a Operação “Amazônia Azul, Mar Limpo é Vida!”


No dia 4 de novembro, um Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais, composto por 700 militares de unidades subordinadas ao Comando da Força de Fuzileiros da Esquadra (ComFFE), partiu do Rio de Janeiro-RJ em direção ao litoral de Pernambuco, com o propósito de atuar na Operação “Amazônia Azul, Mar limpo é Vida”, reforçando as ações da Marinha do Brasil na região.

A tropa da FFE segue embarcada no Navio Doca Multipropósito (NDM) “Bahia” e no Porta Helicópteros Multipropósito (PHM) “Atlântico”. Em 10 de novembro, ocorrerá uma projeção anfíbia (desembarque de meios e pessoal) em praia no município de Sirinhaém, no litoral sul de Pernambuco.

Após o desembarque, os militares iniciarão a montagem de uma base na região, que proverá o apoio necessário ao trabalho de remoção do óleo, com ênfase na limpeza e monitoramento dos manguezais, estuários de rios e arrecifes, incluindo o emprego de mergulhadores.

Além do trabalho de limpeza, os militares farão um levantamento da situação de saúde das populações costeiras. Antes do suspender do NDM “Bahia”, o Comandante da FFE, Vice Almirante (FN) Paulo Martino Zuccaro, dirigiu algumas palavras à tropa.

Em seu discurso, enfatizou que missão não possui uma previsão de término e visa reforçar as ações desencadeadas pela Marinha do Brasil desde o dia 2 de setembro, no combate à poluição. Informou, ainda, que, em meados de dezembro, a operação “Amazônia Azul” ingressará em uma terceira fase, por meio da Operação “Verão”, que é voltada para a segurança da navegação, mas que este ano terá também uma vertente ambiental.

Marinha, Bombeiros e Secretaria Estadual do Meio Ambiente monitoram águas pernambucanas



Nesta segunda-feira, 187 militares da Marinha, oito do Corpo de Bombeiros e 26 funcionários da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas-PE) monitoraram a região de Porto de Galinhas, Praia do Janga e do Rio Jaguaribe-PE.

Também foram realizados mergulhos com o intuito de inspecionar áreas de corais, rios e realizar a retirada de possíveis manchas de óleo.

Militares recolhem vestígios de óleo encrostado nas rochas da Gruta do Pontal do Maceió-CE



A Capitania dos Portos do Ceará (CPCE), por intermédio das Agências de Aracati e de Camocim, empregaram militares, nesta segunda-feira (04), no monitoramento de praias e rios cearenses. Militares percorreram mais de 60Km de litoral e identificaram vestígios de óleo encrostado nas rochas da Gruta do Pontal do Maceió, em Fortim-CE.

A área foi interditada pela Secretaria de Infraestrutura de Fortim e a limpeza foi efetuada por militares da Marinha, funcionários da prefeitura, bombeiros civis e voluntários locais.