COBERTURA ESPECIAL - Brasil - EUA - Naval

24 de Novembro, 2016 - 11:30 ( Brasília )

Navio-Escola Brasil visita a Estação Naval de Mayport

A visita é parte de uma viagem de cinco meses que integra o curso de treinamento de futuros oficiais da Marinha do Brasil

English version

3º Sgt Michael Hendricks / US Navy


A visita é parte de uma viagem de cinco meses que integra o curso de treinamento de futuros oficiais da Marinha do Brasil.

As Forças Navais do Comando Sul dos Estados Unidos e a 4ª Frota dos Estados Unidos (USNAVSO/FOURTHFLT, por suas siglas em inglês) receberam o Navio-Escola Brasil durante uma visita portuária de três dias – de 10 a 13 de novembro – a Mayport, como parte de uma viagem designada para o treinamento de futuros oficiais da Marinha do Brasil.

O Navio-Escola Brasil, da Classe Niterói de treinamento (U27), tem uma tripulação de aproximadamente 450 profissionais, sendo 200 aspirantes das Academias Naval Brasileira e da Marinha Mercante. Eles embarcaram no Cruzeiro de Treinamento de Aspirantes da Marinha (CTAM) com duração de quase cinco meses, fazendo ancoragens em 15 países, incluindo uma visita à Estação Naval de Mayport na Flórida. Ao concluir o CTAM, os aspirantes receberão o emblema de sua patente e servirão a bordo de navios e outras organizações militares no Brasil.

“Provavelmente, a coisa mais importante que aprendi desde que me tornei aspirante é entender como trabalhamos juntos”, disse o aspirante brasileiro Vinicius Melo. “Isto acontece não só com outros brasileiros das Forças Armadas, mas com nossos parceiros no mundo inteiro. Todos têm que trabalhar juntos, como uma equipe, ajudando-se para garantir que todos tenhamos um impacto positivo”.

Em Mayport, os marinheiros e aspirantes brasileiros tiveram a oportunidade de conhecer a sede da USNAVSO/FOURTHFLT e participaram da recepção realizada a bordo do navio brasileiro. “Estou feliz de estar na Flórida”, disse o aspirante brasileiro Felipe Tarle. “Minhas expectativas são bem altas por causa de alguns programas de TV a que assisti. Acabei de sair do navio e não consegui ver muito, mas até agora o tempo está bom e estou ansioso para visitar as praias daqui”.

As marinhas do Brasil e dos Estados Unidos participaram juntas de vários exercícios diferentes no ano passado, o mais recente sendo o PANAMAX, que concluiu sua 13ª iteração do exercício no início deste ano.

As Forças Navais do Comando Sul dos EUA e a 4ª Frota dos EUA dão apoio às operações militares conjuntas e combinadas do Comando Sul dos EUA, ao empregar forças marítimas em operações de cooperação de segurança marítima para manter acesso, melhorar a interoperabilidade e estabelecer parcerias duradouras, a fim de aperfeiçoar a segurança regional e promover a paz, estabilidade e prosperidade nas regiões do Caribe, América Central e do Sul.