COBERTURA ESPECIAL - Brasil - Itália - Aviação

16 de Setembro, 2019 - 13:11 ( Brasília )

AMX - 30 Anos na Aeronautica Militare

A Aeronautica Militare Italiana e FAB celebraram os 30 anos de operação do AMX. Na Itália o AMX tem o record operacional de 18.000 horas em combate.


Aeronautica Militare
Redação DefesaNet
Ver nota da FAB sobre o evento



Na Base Aérea de Istrana, Itália, na sexta-feira, 13 de setembro, na presença do Chefe do Estado-Maior da Força Aérea Italiana, general da Força Aérea Alberto Rosso juntamente com o Chefe do Estado Maior da Força Aérea Brasileira, Tenente-Brigadeiro-do-Ar Amaral Oliveira.

A celebração dos 30 anos da aeronave AMX e o 80º Aniversário da unidade 51ª Ala (Stormo).

Junto comemorou-se as três décadas da entrada em operação do AMX, a aeronave que "nesses 30 anos contribuiu para a construção de páginas muito importantes na vida aeronáutica, permitindo que a Itália se saísse bem no exterior em todas as operações de manutenção de paz, como no Afeganistão, como no Iraque, e é a aeronave que mais voou mais operacionalmente do que as outras aeronaves táticas da “Aeronautica Militare”.






No final da cerimônia, ocorreu o sobrevôo do 132 Gruppo com aeronaves AMX, que voaram ou junto com a Pattuglia Acrobatica Nazionale. Particularmente apreciada, foi a apresentação do filme nos 30 anos de vida da AMX, “Aeonautica Militare”,  uma contribuição com a qual mostrou três décadas de história operacional desta aeronave que é caracterizada por um vasto uso, em operações reais e em exercícios em todos os cantos do mundo.

O AMX possui um recorde histórico: com mais de 18.000 horas voadas em operações de combate reais pela Aeronautica Militare.

Particularmente apreciado pelos muitos entusiastas foi o AMX na versão Special Color, mostrando as cores e os símbolos dos grupos de voo que usaram este avião nas últimas três décadas.

Também foi lançado o livro "30 years of AMX", produzido pelo Departamento Geral Aeronáutica - Edizioni Rivista Aeronautica.

O 51 Stormo tem o 132 Gruppo que opera aeronaves AMX e AMX-T (biplace). As principais missões do Stormo são as operações combinadas para apoiar as forças de terrestre as operações de ataque e reconhecimento (Superioridade da Informação). O Stormo também garante o treinamento operacional dos pilotos e a padronização dos procedimentos de emprego para as aeronaves AMX e, a partir de 18 de janeiro de 2017, fornece suporte técnico de logística e manutenção à célula de alarme composta para os caças Eurofighter operando em Istrana, nas missões de Defesa Aérea.
 
O projeto conjunto Brasil – Itália AMX

-  Seis protótipos foram construídos (incluindo dois na EMBRAER)
- Itália 187 encomendados: recebidos 110 AMX (monoplace) e 26  AMX-T (biplace)

Em 2005 e concluído em 2012, pela Alenia Aermacchi a atualização da frota italiana para o padrão ACOL (Adeguamento delle Capacità Operative e Logistiche). A Força Aérea Italiana opera 35 A-11B (AMX ACOL) e 5 TA-11Bs (AMX-T ACOL)

- Brasil 100 encomendados: recebidos 56.

43 aeronaves seriam modernizadas ao padrão A-1M, pela Embraer Defesa & Segurança, até serem substituídas pelo F-39 Gripen. Projeto esteve suspenso por 4 anos devido a dificuldades orçamentárias




VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Aço - Leopard 1A5Br

Aço - Leopard 1A5Br

Última atualização 17 OUT, 19:30

MAIS LIDAS

Brasil - Itália