COBERTURA ESPECIAL - Brasil - Itália - Defesa

17 de Novembro, 2016 - 09:00 ( Brasília )

BR-IT - Missão Comercial

Governo Italiano promove missão empresarial para fomentar parcerias junto aos setores aeroespacial e defesa brasileiros



O governo brasileiro prepara um projeto de lei para reduzir restrições à participação estrangeira em seu setor de defesa e ajudar a atrair tecnologia e recursos. Esta é a mais recente iniciativa da administração Temer para abrir a economia à entrada de mais capital privado e, principalmente, aumentar a participação estrangeira no setor de defesa.

Diante deste cenário e com o objetivo de ampliar negócios no Brasil, entre os dias 24 e 25 de novembro, cerca de 100 líderes empresariais italianos dos setores de agronegócios, aeroespacial, automotivo, energia/ambiente, infraestrutura, transporte e ITC (Tecnologia de Informação e Comunicação) vêm ao país para a Missão Empresarial Brasil-Itália 2016, com realização da ITA - Italian Trade Agency (Agência para a Internacionalização das Empresas Italianas/ Departamento para a promoção de intercâmbios da Embaixada da Itália).

A missão é capitaneada pelo Vice-Ministro do Desenvolvimento Econômico da Itália, Ivan Scalfarotto, que virá ao Brasil acompanhado da vice-presidente da Confederação Nacional da Indústria Italiana (Confindustria), Licia Mattioli, do diretor do Comitê de Internacionalização da Associação Italiana de Bancos (ABI), Guido Rosa, e do diretor do departamento da ITA para a coordenação da promoção do Made in Italy, Giovanni Sacchi.

A missão será dividida em duas partes. A primeira, focada no segmento aeroespacial, se reunirá no Parque Tecnológico de São José dos Campos/SP, cidade que abriga o maior polo brasileiro dessa área, no dia 24 de novembro. A segunda se concentrará em São Paulo e prevê a realização de um Fórum Econômico, no dia 25 de novembro, que tratará das relações comerciais, quadro econômico e oportunidades de negócios entre Brasil e Itália, seguido de mesas redondas setoriais.

O painel de discussão de São José dos Campos tratará das oportunidades de negócios nos programas espaciais internacionais, do papel e interesses de todos os agentes envolvidos no segmento aeroespacial (fabricantes, agências espaciais, aeronáutica, institutos de pesquisa etc.) e das oportunidades de colaboração entre Brasil e Itália na área. Entre os palestrantes, representantes das Agências Espaciais Brasileira e Italiana.

O evento, que conta com os apoios de Fiesp-Ciesp, Banco do Brasil, Febraban e das Agências Espaciais do Brasil e da Itália, envolve todo o chamado Sistema Itália (rede de instituições italianas, coordenadas pela Embaixada da Itália, que reúne, além da própria ITA, os consulados italianos e a Banca Central Italiana).

Indústria Aeroespacial Italiana

A indústria aeroespacial italiana caracteriza-se pela excelência na pesquisa assim como pelos elevados níveis de produtividade. Líder mundial na produção de helicópteros, líder entre os países europeus na produção de aeronaves de treinamento e principal protagonista no desenvolvimento de novos produtos, como veículos aéreos não tripulados (VANT) e convertiplanos (VTOL).

É um setor no qual grandes grupos (todos com parcerias internacionais importantes) atuam ao lado de pequenas e médias empresas altamente comprometidas e envolvidas ativamente no desenvolvimento de tecnologias de ponta, participando de grandes consórcios europeus de pesquisa.

No geral, as empresas italianas deste setor empregam cerca de 45 mil profissionais, faturam aproximadamente 14 bilhões de euros e exportam 9 bilhões de euros (o que representa 2,3% do total das exportações da indústria e 6,5% na formação do saldo da balança comercial do setor industrial). São empresas de capital intensivo, sobretudo imaterial (patentes, R&D etc.), e com longos ciclos de investimentos, que em 2015 somaram mais de 1,5 bilhão de euros, importância que representa 12% do total investido pelas empresas italianas e que, por sua vez, supera aqueles da produção de alta tecnologia de diversos países europeus. Entre 2012 e 2015, a produção aeroespacial italiana cresceu 5%, graças a um significativo aumento das exportações (+8,3%).

PROGRAMAÇÃO/Painel dedicado ao Setor Aeroespacial

24 novembro 2016
Parque Tecnológico – Auditório 3
Av. Dr. Altino Bondesan, 500
São José dos Campos - SP

Painel dedicado ao Setor Aeroespacial

08h30 – 09h00 Credenciamento e welcome coffee
09h00 – 09h20 Abertura - representantes da Embaixada Italiana e da Agência Espacial Brasileira
09h20 – 12h15 Painel 1: Oportunidades de negócios nos programas espaciais internacionais
  A participação italiana nos programas espaciais internacionais
Enrico Russo (Responsável pela Coordenação Técnico-Científico junto à ASI – Agência Espacial Italiana)
  A Agência Espacial Brasileira
Carlos Gurgel (Diretor da Divisão de Satélites, Aplicações e Desenvolvimento da Agência Espacial Brasileira – AEB)
  Tecnologia, serviços e produtos
A economia brasileira e os novos negócios na área espacial: desafios e oportunidades
Placido De Maio (Presidente Leonardo Company do Brasil)
Representante do Pq. Tecnológico de São José dos Campos
Andrè Pierre Mattei (Instituto SENAI de Inovação em Sistemas Embarcados)
João Paulo Campos (Diretor de Desenvolvimento de Negócios e Contratos - Visiona Tecnologia Espacial)
Francesco Passaretta (Diretor de Soluções, Marketing, Observação, Exploração e Navegação da Thales Alenia Space)
Massimo Comparini (CEO – e-geos)
12h15 – 13h30 Almoço de relacionamento
13h30 – 15h20 Painel 2: O mercado espacial. Papel e interesses dos setores envolvidos: indústria, agências, aeronáutica, institutos de pesquisa, entidades governamentais e privadas.
  O potencial de mercado para as novas empresas aeroespaciais: qualificação
Fabio Biscotti (SVC Consulting)
  O governo como cliente final: o caso da rede “Space Business”
Walter Pecorella (Chief Technology Officer Assistant da Thales Alenia Space)
  Boas práticas nas propostas tecnológicas: o caso da empresa GAUSS
Francesco Graziani(Presidente da Gauss srl)
  Boas práticas nas solicitações especializadas: o Sistema de Proteção da Amazônia
Rogério Guedes Soares (Diretor Geral - CENSIPAM - Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia)
Marzio Laurenti (Presidente da Telespazio Brasil)
  O micro satélite Nemosat
Armando Orlandi (Progetti Speciali Italiani)
  Financiamento nos programas espaciais – visão e expectativas das forças armadas italiana e brasileira
A visão dos financiadores e dos órgãos de financiamento
Representantes do FINEP e da SACE
15h20 – 15h35 Coffee Break

 

15h45 – 18h15 Painel 3: Possibilidade de cooperação industrial e oportunidades.
  Expectativas das associações de classe italiana e brasileira
Walter Bartels (Presidente da AIAB – Associação das Indústrias Aeroespaciais do Brasil)
Angelo Vallerani (Distrito Aeroespacial Lombardo)
  A oferta italiana
Armando Orlandi (Progetti Speciali Italiani)
Elena Toson (Desenvolvimento de Novos Negócios – T4i)
  Reuniões de negócios entre brasileiros e italianos.

* www.ice-sanpaolo.com.br/brasil-italia

Entidades

ITA - Italian Trade Agency    www.ice.gov.it  *  www.ice-sanpaolo.com.br

Agência para a Internacionalização das Empresas Italianas/ Departamento para a promoção de intercâmbios da Embaixada da Itália

Agência do Governo Italiano com a missão de promover o intercâmbio comercial e tecnológico entre a Itália e os demais países, sobretudo no que tange as empresas de pequeno e médio porte, seus consórcios de exportação e suas associações, trabalho que realiza ininterruptamente há quase um século.

Por meio de uma rede de 77 escritórios espalhados pelo mundo, instalados nos principais centros econômicos, garante apoio abrangente às empresas italianas que desejam atuar no exterior, fornecendo-lhes informações de caráter econômico, legal, fiscal e mercadológico, identificando parceiros e oportunidades de negócios, prestando serviços de consultoria personalizados e realizando um acurado plano de ações promocionais, que incluem a realização de Pavilhões Oficiais Italianos em exposições internacionais, a organização de missões de empresários e jornalistas estrangeiros à Itália, bem como de italianos ao exterior, a gestão de cursos e palestras e o desenvolvimento de campanhas publicitárias em veículos econômicos e dirigidos.

CONFINDUSTRIA – Confederação Nacional da Indústria Italiana   www.confindustria.it
Fundada em 1910, a Confindustria é a principal organização italiana que representa a indústria de transformação e de serviços. Reúne mais que 150.000 empresas, de diferentes dimensões, que empregam 5.440.873 pessoas.

A Confindustria realiza suas ações baseada na convicção de que a livre iniciativa e o livre exercício das atividades econômicas, no contexto de uma economia de mercado, são fatores de desenvolvimento e de progresso para toda a sociedade. Tem por missão contribuir, em conjunto com instituições políticas e organizações econômicas, sociais e culturais, nacionais e internacionais, para o crescimento econômico e o progresso social da Itália.

ABI – Associação Italiana de Bancos    www.abi.it

Associação sem fins lucrativos, com a missão de divulgar o conhecimento e a consciência dos valores sociais e dos comportamentos inspirados nos princípios do saudável e correto empreendedorismo, bem como num mercado livre e concorrencial. É nesse âmbito que a ABI representa, defende e promove os interesses comuns ou específicos de seus associados, realizando iniciativas que estimulam o crescimento ordenado, estável e eficiente do sistema bancário e financeiro, segundo as normas vigentes na Itália e União Europeia.

 


Outras coberturas especiais


LAAD 2017

LAAD 2017

Última atualização 28 MAR, 14:00

MAIS LIDAS

Brasil - Itália