COBERTURA ESPECIAL - Base Industrial Defesa - Armas

11 de Agosto, 2017 - 02:00 ( Brasília )

PMESP - Empresa Turca GIRSAN vence concorrência 5.000 pistolas .40

Empresa turca oferece melhor preço e poderá fornecer pistolas à PM de SP


ROGÉRIO PAGNAN
DE SÃO PAULO


Desconhecida no mercado nacional, a empresa turca GIRSAN venceu na quinta-feira (10AGO2017) a disputa de melhor preço na licitação internacional realizada pela Polícia Militar de São Paulo para fornecimento de 5.000 pistolas.40 para a tropa de choque.

As pistolas deverão ser submetidas, agora, a uma série de testes de funcionamento e durabilidade. Se forem aprovadas, a Girsan será declarada a vencedora.

A empresa Turca apresentou um preço final de R$ 1.176 por unidade (com carregadores). Além dela, apenas uma outra empresa participou da disputa, a italiana Beretta, que ofereceu sua pistola pelo preço mínimo de R$ 1.609,50.

"Não teremos nenhum lucro, mas essa venda é muito importante porque acaba com a reserva de mercado que existia", disse Raphael Hakuk, um dos representantes da empresa no Brasil.

Ele se refere à exclusão da Taurus para a venda de pistolas à PM de São Paulo. Essa é a primeira vez em 20 anos que a corporação paulista, a maior compradora desse tipo de armamento do país, realizada uma concorrência internacional para compra de pistolas para a tropa.

Em cinco anos, a corporação desembolsou cerca de R$ 29 milhões.

A licitação internacional foi realizada pela PM paulista após autorização especial do Exército, em razão de penalidade imposta à Taurus. Ela foi impedida de contratar com o Estado por dois anos após problemas no fornecimento de metralhadoras à própria PM.

A Taurus vendeu 6.000 submetralhadoras à corporação, em um valor estimado de R$ 30 milhões, mas a qualidade das armas foi reprovada em testes e permaneceram dentro das caixas por mais de cinco an


VEJA MAIS