16 de Dezembro, 2019 - 10:15 ( Brasília )

Aviação

ITA forma 127 novos Engenheiros

Cerimônia de formatura aconteceu nesse sábado (14), em São José dos Campos (SP)

Aspirante Flávia Rocha E Tenente-Coronel Santana

O Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) realizou, nesse sábado (14/12), em São José dos Campos (SP), a formatura de 127 novos Engenheiros das turmas de 2019. A cerimônia foi presidida pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, e contou com a presença do Ministro de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Astronauta Marcos Cesar Pontes, que foi o Paraninfo da turma.

Participaram, também, da solenidade o Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Augusto Amaral Oliveira; o Diretor-Geral do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), Tenente-Brigadeiro do Ar Luiz Fernando de Aguiar; o Reitor do Instituto Tecnológico de Aeronáutica, Professor Doutor Cláudio Jorge Pinto Alves; e o Pró-Reitor de Graduação do ITA, Professor Doutor Flávio Mendes, dentre outras autoridades civis e militares.

Segundo o Ministro Marcos Pontes, que é ex-aluno do ITA, o Comando da Aeronáutica forma líderes para o Brasil. “São talentos que participarão dos diversos setores produtivos do país, o que é muito bom para a nossa Nação”, declarou.

De acordo com o Tenente-Brigadeiro Aguiar, o ITA é um dos 12 Institutos do DCTA e forma profissionais de alto nível. “A entrega de qualidade está na ponta não só nacionalmente, mas mundialmente. O ITA é um orgulho para a Força Aérea”, comentou.

O Comandante da Aeronáutica destacou que o Instituto Tecnológico de Aeronáutica se consagrou como um grande Centro de Ensino, Pesquisa e Desenvolvimento das atividades aeroespaciais no Brasil. “Por isso, parabenizo a todos os novos Engenheiros que receberam seus diplomas, hoje, nessa importante Instituição da Força Aérea Brasileira”, congratulou o Oficial-General.

Neste ano, o ITA formou 82 civis e 45 militares, nos cursos de Engenharia Aeronáutica, Eletrônica, Mecânica-Aeronáutica, Civil-Aeronáutica, de Computação e Aeroespacial.

Além da entrega de diplomas dos cursos de Engenharia, foram concedidas menções honrosas a alunos que registraram as maiores notas. E, ainda, foram entregues certificados de formação em disciplinas na área de Engenharia Física aos formandos que concluíram com aproveitamento o Programa de Formação Complementar.

Em 2019, dentre todos os formandos, houve um registro para a Láurea Summa Cum Laude, a maior láurea do Instituto, que é outorgada aos Engenheiros que obtiveram Média Geral Louvor (L), isto é, média geral igual ou superior a 9,5 na escala de zero a dez. Apenas 38 alunos obtiveram semelhante desempenho na história do ITA.

Nesta turma, o formando laureado nessa categoria foi o Primeiro-Tenente Engenheiro Gabriel Adriano de Melo, do curso de Engenharia de Computação. “Para mim, é uma honra receber do Comandante da Aeronáutica essa Láurea. Meu sonho agora é tornar o Brasil um centro de excelência em inteligência artificial”, contou o Engenheiro.

Foram concedidas, ainda, honrarias a outros quatro militares, na menção Cum Laude – concedida a alunos que obtiveram média geral Muito Bom (MB), acima de 8,5, e nenhuma nota de disciplina inferior a MB; e Magna Cum Laude – concedida a alunos que obtiveram média geral MB, acima de 8,5, com no mínimo 50% de notas de disciplina louvor (L), ou seja, acima de 9,5.

O Instituto

Instituição de Educação e Ensino Superior, sob jurisdição do Comando da Aeronáutica, o ITA foi criado em 1950 e integra o Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA). A missão do ITA é ministrar o ensino e a educação necessários à formação de profissionais de nível superior, nas especializações de interesse para a aviação em geral, e, em particular, à Força Aérea Brasileira; além de  manter cursos de extensão universitária, de pós-graduação e de doutorado.

Fotos: Soldado Wilhan Campos