31 de Outubro, 2018 - 10:55 ( Brasília )

Aviação

Ala 12 recebe Comitiva do Curso de Altos Estudos de Política e Estratégia


A Ala 12, localizada no Rio de Janeiro (RJ), recebeu alunos da Escola Superior de Guerra (ESG) na última quinta-feira (25). Ao todo, 86 estagiários do Curso de Altos Estudos de Política e Estratégia (CAEPE), entre eles, oficiais-generais e superiores das Forças Armadas e Forças Auxiliares, militares estrangeiros e civis de instituições convidadas, foram recebidos pelo Comandante da Ala, Coronel Aviador Alessandro Cramer.

Durante a visita, a comitiva participou de uma apresentação institucional sobre a Organização Militar e conheceu as dependências do 1º Grupo de Aviação de Caça e do Esquadrão Orungan (1º/7º GAV). Os alunos também estiveram no simulador do F-5M, aeronave de caça do 1º GAVCA, e no Treinador Tático de Missão, utilizado em treinamentos de missões de simulação de patrulha marítima da aeronave P-3, do 1º/7º GAV.

Além disso, os alunos tiveram a oportunidade de assistir a uma Demonstração Operacional com a aeronave H-36 Caracal, do Esquadrão Puma (3º/8º GAV). Segundo o Assistente Militar da Aeronáutica na ESG e Diretor do CAEPE, Brigadeiro Engenheiro Ronaldo Yuan, o curso tem a missão de preparar civis e militares para assessoramento de alto nível na área de segurança e defesa por meio de estudos estratégicos.

"A visita permite aos estagiários do curso conhecer melhor o trabalho de cada força, principalmente no que tange aos civis, que não têm muita familiaridade com esse tipo de atividade", disse.



Escola Superior de Guerra (ESG)

A Escola Superior de Guerra, criada pela Lei nº 785/49, é um Instituto de Altos Estudos de Política, Estratégia e Defesa, integrante da estrutura do Ministério da Defesa.

A instituição destina-se a desenvolver e consolidar os conhecimentos necessários ao exercício de funções de direção e assessoramento superior para o planejamento da Defesa Nacional, nela incluídos os aspectos fundamentais da Segurança e do Desenvolvimento.

A ESG funciona como centro de estudos e pesquisas. Compete a ela planejar, coordenar e desenvolver os cursos que forem instituídos pelo Ministério da Defesa. A Escola não desempenha função de formulação ou execução da política do país. Seus trabalhos são de natureza exclusivamente acadêmica, sendo um foro democrático e aberto ao livre debate.


Fotos: Sargento Neubar