18 de Outubro, 2018 - 10:40 ( Brasília )

Aviação

Pilotos em formação realizam Pouso Noturno com Balizamento Tático em Natal (RN)

O sistema de balizamento é compatível com NVG e é carregado através da energia solar

Tenente Bruna , Tenente João Elias e Capitão Landenberger

Os estagiários do Curso de Especialização Operacional da Aviação de Transporte realizaram, no período de 24 de setembro a 11 de outubro, missões de Pouso Noturno com Balizamento Tático (PNBT) no aeródromo de Natal (RN). Na atividade, os pilotos são capacitados a executar pouso em pistas com a iluminação restrita, podendo ser balizadas por sistemas com LED ou até por latas de óleo com fogo.

O sistema de balizamento utilizado atualmente é o SLTA (Sinalização Luminosa Tática Autônoma). Suas principais características são: fácil instalação, possui LED autocarregável e pode ser acionado via controle remoto.

Esse novo mecanismo veio para substituir o antigo, conhecido como sistema de Sinalização Móvel Luminosa, que continha cabos, transformadores de isolamento, luminárias, estacas para fixação e gerador.

O SLTA utiliza 100% a energia solar, possibilitando maior autonomia do sistema, além de ser compatível com o óculos de visão noturna (NVG, do inglês, Night Vision Goggles), equipamento utilizado pelo Esquadrão Falcão (1°/8° GAV).

Esse mecanismo já foi utilizado em diversas manobras, tais como a Operação Laçador, em Canoas (RS), e a Ágata, em São Gabriel da Cachoeira (AM). Foi empregado, também, durante a Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro (RJ).

"Este treinamento é muito importante e de grande valia, pois prepara o piloto para operar em condições adversas que possam ocorrer na futura unidade operacional em que servirão", ressaltou. "O primeiro contato com este balizamento causou um pouco de apreensão, podendo perceber a relevância que este tipo de voo tem", concluiu o Tenente Igor Gonçalinho Ramalho de Souza.



Fotos: Tenente Antunes / Sargento Anderson Lourenço