COBERTURA ESPECIAL - America Latina - Naval

02 de Agosto, 2019 - 11:05 ( Brasília )

Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil auxiliam na liberação de terras da ameaça de minas antipessoal na Colômbia


No dia 24 de julho, foi realizada uma solenidade alusiva à liberação de mais três municípios da ameaça de Minas Antipessoal, no povoado de Los Palmitos, Departamento de Sucre, na Colômbia.

Na ocasião, o Comandante de Infatería de Marina da Armada da República da Colômbia (ARC) agradeceu o trabalho desenvolvido pelos oficiais da Marinha do Brasil (MB).

Estiveram presentes na cerimônia autoridades das Ações Integrais contra as Minas Antipessoal na Colômbia (AICMA), sendo a Marinha do Brasil representada pelo CC (FN) Thiago Caldas Soares, Instrutor Convidado de Desminagem Humanitária no Centro de Entrenamiento y Capacitacion para Operaciones de Paz (CENCOPAZ) da ARC.

A MB apoia o desenvolvimento do Programa de Desminagem Humanitária da ARC desde o ano de 2015, por meio de um acordo bilateral, enviando dois oficiais Fuzileiros Navais peritos em artefatos explosivos, que contribuem com o processo de desenvolvimento e normatização dos Procedimentos Operativos, formação e requalificação dos desminadores dos Infantes de Marina da ARC.

Este projeto já formou 366 desminadores, conta com um nível de aprovação e certificação por parte da Organização dos Estados Americanos (OEA) de 94%, livrando da ameaça do flagelo das Minas Antipessoal e Artefatos Explosivos oito municípios, o que corresponde a 511.668 m² de área desminada, sem acidente com o pessoal envolvido nas operações.

Capita?o-Tenente (FN) Rodrigo Pacheco de Vargas ministra instrução sobre o Detector de Metais Vallon VMH3CS para desminador colombiano