COBERTURA ESPECIAL - Africa - Naval

04 de Outubro, 2018 - 09:40 ( Brasília )

Grupo-Tarefa da Marinha do Brasil realiza visita oficial a Moçambique em apoio à Política Externa


No intervalo entre a participação nas operações ATLASUR XI e IBSAMAR VI, no período de 24 a 27 de setembro de 2018, o Grupo-Tarefa (GT) composto pela Corveta “Barroso” e um Destacamento de Mergulhadores de Combate, realizou visita oficial à cidade de Maputo em Moçambique.

No dia 25, por ocasião da visitação pública ao navio, foram recebidos 608 visitantes que, acompanhados por membros da tripulação, recebiam explicações sobre a “Barroso” e as comissões que ela participou.

Além disso, houve a visita de 35 meninos órfãos assistidos pela “Casa do Gaiato” de Maputo que, após completarem o trajeto de visitação, no convés de voo do Navio, realizaram um agradecimento, que emocionou os tripulantes e os demais visitantes que se encontravam no local.

A Corveta “Barroso” recebeu, também, as visitas de diversas autoridades do corpo diplomático e das Forças de Defesa de Moçambique, dentre elas: o Embaixador do Brasil junto à República de Moçambique, Sr. Rodrigo de Lima Baena Soares; o Chefe do Estado-Maior General das Forças de Defesa de Moçambique, General de Exército Lázaro Henrique Lopes Menete; e o Comandante da Marinha de Guerra de Moçambique, Contra-Almirante Eugénio Dias da Silva Muatuca.

Ainda durante a permanência do GT Brasileiro em Maputo, houve a atracação do GT Indiano que também participará da operação IBSAMAR VI a partir de 1° de outubro, nas águas jurisdicionais da África do Sul.


Marinha do Brasil participa de sessão da Organização Marítima Internacional


A 5ª Sessão do Subcomitê de Implementação dos Instrumentos IMO (III) foi realizada entre 24 e 28 de setembro de 2018, na Organização Marítima Internacional, em Londres, Reino Unido.

A delegação do Brasil foi composta por representantes da Marinha do Brasil e da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Transporte Aquaviário e Aéreo, na Pesca e nos Portos (CONTTMAF). O Subcomitê III aborda questões de implementação e aplicação global e eficaz dos instrumentos IMO relativos à segurança, à proteção marítima e à proteção do ambiente marinho.

Dentre os tópicos tratados, tiveram destaque, dentre outros: consideração e análise de relatórios sobre alegada inadequação das instalações de recepção portuárias; lições aprendidas e questões de segurança identificadas a partir da análise dos relatórios de investigação de acidentes marítimos; medidas para harmonizar atividades e procedimentos de “Port State Control” (PSC) a nível global; análise dos resumos dos Relatórios Consolidados de Auditorias dos Estados Membros; atualização das Diretrizes de Vistoria sob o Sistema Harmonizado de Vistoria e Certificação (HSSC); e revisão do Modelo de Acordo para a autorização das Organizações Reconhecidas (RO) atuarem em nome das Administrações dos Estados Membros.