COBERTURA ESPECIAL - Mão Amiga - Terrestre

28 de Outubro, 2019 - 12:05 ( Brasília )

59º BI Mtz coopera com limpeza de praias do litoral alagoano atingidas pelo óleo


Na manhã de 24 de outubro, o 59º Batalhão de Infantaria Motorizado (59º BI Mtz), organização militar subordinada à 10ª Brigada de Infantaria Motorizada, deu início à Operação Mar Limpo no estado de Alagoas, cooperando com os órgãos de proteção ambiental na limpeza das praias do litoral alagoano atingidas por manchas de óleo.

As ações de limpeza e monitoramento foram iniciadas na praia da Barra de São Miguel, localizada no litoral sul alagoano. Cerca de 40 militares do 59º BI Mtz realizaram os trabalhos de limpeza da areia da praia, em conjunto com os órgãos ambientais que integram o Grupo Técnico de Acompanhamento, bem como com os demais voluntários.

O 59º BI Mtz continuará realizando ações de limpeza das manchas de óleo das praias atingidas, em conjunto com a Marinha do Brasil, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) e outras organizações governamentais.

Mais de 400 militares são empregados na Operação Mar Limpo em cinco praias do litoral pernambucano



No dia 24 de outubro, a atuação do Comando Militar do Nordeste (CMNE) na Operação Mar Limpo seguiu pelo litoral norte de Pernambuco. No terceiro dia de emprego, a tropa do 7º Grupo de Artilharia de Campanha (7º GAC) prestou apoio aos trabalhos de monitoramento e limpeza das praias do Janga e Pau Amarelo, localizadas no município de Paulista, na região norte do estado, que também foram afetadas pelas manchas de óleo.

O emprego e a prontidão das tropas funcionam em sistema de rodízio entre as organizações militares subordinadas à 10ª Brigada de Infantaria Motorizada (10ª Bda Inf Mtz) e o comandante dessa Grande Unidade esteve no local supervisionando o trabalho dos militares.

Em três dias de apoio à Operação Mar Limpo, mais de 400 militares foram empregados no monitoramento e limpeza de cinco praias do litoral norte e sul do estado e da Região Metropolitana do Recife, em esforço conjunto com outros órgãos governamentais e com voluntários para minimizar os danos causados pelo aparecimento das manchas de óleo que avançam pelo litoral de Pernambuco.