COBERTURA ESPECIAL - Mão Amiga - Terrestre

10 de Julho, 2019 - 10:25 ( Brasília )

Campanha do Exército de incentivo à doação voluntária de sangue alcança mais de 10 mil doadores


O Exército Brasileiro promoveu, de 10 a 14 de junho, a campanha “Ajudar está no nosso Sangue”, visando incrementar os estoques dos diversos hemocentros espalhados pelo Brasil. Nesse período, os militares foram estimulados a doar sangue voluntariamente. Somente nos cinco dias da campanha, foram mais de 10 mil doações de militares da Força Terrestre, possibilitando que cerca de 40.400 pessoas fossem beneficiadas.

Em várias cidades, os hemocentros chegaram ao limite dos estoques, impossibilitando que mais doações fossem feitas nesse período. A mão amiga continua a trabalhar e os militares continuam sendo estimulados a ser doadores, afinal essa é uma prática rotineira e bastante incentivada nas organizações militares. Os hemocentros brasileiros recorrem à voluntariedade de integrantes de unidades militares de norte a sul, em várias épocas do ano, para manter seus bancos de sangue em um nível adequado às suas necessidades.

A data que marcou o encerramento da campanha, 14 de junho, é reconhecida como o Dia Mundial do Doador de Sangue. Trata-se de uma homenagem ao nascimento de Karl Landsteiner, imunologista austríaco que descobriu o fator Rh e as diferenças entre os tipos sanguíneos.

Doar sangue é um processo rápido e seguro. Para ser doador e dar essa mostra de amor ao próximo, é preciso cumprir requisitos simples:

* Ter entre 16 e 69 anos de idade (menores de 18 anos devem estar autorizados pelos    responsáveis; idosos devem ter feito ao menos uma doação antes dos 61 anos)

* Pesar mais de 51 quilos e ter Índice de Massa Corporal maior ou igual a 18,5

* Não estar em uso de medicamentos

* Apresentar documento oficial com foto

* Ao menos seis horas de sono na noite anterior à doação

* Não ingerir bebida alcoólica nas 12 horas anteriores à doação

* Não fumar duas horas antes da doação

Fotos: Centro de Comunicação Social do Exército

VEJA MAIS