COBERTURA ESPECIAL - Mão Amiga - Terrestre

27 de Junho, 2019 - 10:00 ( Brasília )

Poços artesianos perfurados pela Engenharia do Exército proveem água à população do semiárido nordestino


O 1º Grupamento de Engenharia (1º Gpt E) segue com a Operação Semiárido, que realiza perfurações de poços artesianos em sete Estados do Nordeste e em Minas Gerais.

Iniciada em maio de 2016, a um custo aproximado de 16 milhões de reais, a obra é produto de uma parceria do Exército Brasileiro com o Ministério do Desenvolvimento Regional. No total, já foram perfurados 593 poços – dentre os quais 302 contendo água – em que foram instaladas bombas e equipamentos para o processo de cloração. Também está prevista a instalação de 23 equipamentos de osmose reversa para o tratamento dos poços que apresentaram grande salinidade na água.

O objetivo é aumentar a disponibilidade de água e a segurança hídrica à população do semiárido brasileiro. Com prazo de encerramento previsto para julho de 2019, atualmente, o trabalho está 98% concluído.

Cabe ao 1º Gpt E gerenciar todo o trabalho, que é executado pelas organizações militares diretamente subordinadas ao 1º Grupamento de Engenharia. O Comando Militar do Nordeste coordenou a execução das perfurações com base no banco de dados da Operação Carro-Pipa.

Além de mitigar os efeitos da seca no Nordeste, a Operação Semiárido também possibilita que o Sistema de Engenharia do Exército Brasileiro aperfeiçoe suas técnicas de perfuração e instalação de poços em regiões com escassez de água.


VEJA MAIS